O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) manifestou esta sexta-feira “indignação pela intransigência” do PS em “não resolver” a contabilização de pontos para efeitos de progressão na carreira a todos os enfermeiros, independentemente do vínculo contratual.

De acordo com um comunicado divulgado pelo SEP, no seguimento de uma reunião, na quinta-feira, o grupo parlamentar do PS disse que está a ponderar a apresentação de propostas sobre “resolução da transição dos enfermeiros especialistas em funções de chefia”, assim como a “‘descategorização’ dos enfermeiros supervisores”. Contudo, o sindicato “voltou a manifestar a indignação pela intransigência do Partido Socialista em não resolver” a transição para a categoria de todos os enfermeiros detentores do título de Enfermeiro Especialista a 31 de maio de 2019.

O SEP também aponta intolerância ao partido sobre a “contabilização de pontos para efeitos de progressão a todos os enfermeiros, independentemente do vínculo”. O sindicato finaliza a nota dizendo que “está nas mãos” do PS e do PSD a resolução destas reivindicações, que considera serem respondidas pelos diplomas apresentados pelo PCP, BE e CDS-PP.