Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Nos últimos 14 dias, Portugal teve mais casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus por cada 100 mil habitantes do que Reino Unido, Estados Unidos da América ou Espanha. Os dados podem ser encontrados na atualização mais recente disponibilizada no site do Centro Europeu para o Controlo e Prevenção de Doenças, que serve de referência aos países europeus no que respeita aos dados oficiais da evolução da pandemia da Covid-19.

O número de casos confirmados em Portugal cresceu exponencialmente nos últimos 14 dias, o que justifica, desde logo, Portugal ter um registo pior do que Espanha nos últimos quinze dias.

Nas últimas duas semanas de outubro, Portugal registava uma média de 323 novos casos confirmados por cada 100 mil habitantes. Nos últimos 14 dias, segundo o Centro Europeu para o Controlo e Prevenção de Doenças, o valor subiu para 620.63 novos casos por cada 100 mil habitantes. Não é o dobro, mas quase.

O valor é inferior ao número de casos por cada 100 mil habitantes reportado nos últimos 14 dias por países como República Checa (1331.41), Suíça (1256.72), França (940.72), Bélgica (903.40), Áustria (900.79), Polónia (842.09), Croácia (781.14) e Itália (726.74), entre outros.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os 620.63 casos por cada 100 mil habitantes reportados nos últimos 14 dias em Portugal tornam o país, porém, um território mais afetado pela pandemia nesse período temporal do que a Holanda (605.75), Espanha (548.88), Reino Unido (471.81), Estados Unidos da América (468.94), Suécia (439.72) e Alemanha (296.97), entre outros.

Nos últimos 14 dias, Portugal tem também muito mais casos confirmados de infeção por cada 100 mil habitantes do que o Brasil (que tem 97.97), mas a contabilização de casos de infeção no Brasil e sobretudo o enorme contraste no recurso a testes de diagnóstico nos dois países não permitem uma comparação fiável. De acordo com o portal Worldometer, Portugal já fez 378.323 testes por cada milhão de habitantes, mais de três vezes mais do que o Brasil (102.764).

Já no que respeita ao número de mortes por cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, Portugal apresenta um valor de 6.89. O efeito letal da Covid-19 em Portugal é inferior ao de República Checa (27.18), Bélgica (21.02), Polónia (10.41), França (10.07), Croácia (9.81), Espanha (9.51), Suíça (9.50), Itália (8.36) ou Reino Unido (7.04).

A mortalidade proporcional ao número de habitantes é ainda assim pior em Portugal do que na Áustria (4.89), Estados Unidos da América (4.28), Alemanha (2.06), Brasil (1.08) ou Suécia (1.01).