Ao longo da sua vida, Diego Maradona tentou ajudar os mais carenciados. E há uma história que o pode comprovar. Em 1984, o pai de uma criança doente contactou o Napóles, para que a equipa realizasse um jogo de beneficência, cujos lucros reverteriam para a cirurgia do filho. O clube recusou, ao que detalha o El Marca.

Maradona terá tido conhecimento da história e quis jogar para ajudar o pai da criança. Assim, um jogador de futebol reconhecido internacionalmente e habituado a enormes plateias deslocou-se a um estádio pequeno com um relvado lamacento de uma pequena localidade nos subúrbios de Napóles para participar na partida.

Depois de treinar no parque de estacionamento, Maradona entrou em campo, escorregou e marcou dois golos, apesar das más condições do relvado, que podem ser vistos num vídeo de arquivo.

O Napóles não terá ficado satisfeito com a decisão de “El Pibe” e terá, alegadamente, obrigado Maradona a pagar um seguro para certificar que o jogador não ficaria lesionado.

Maradona morreu esta quarta-feira, aos 60 anos, vítima de paragem cardiorrespiratória.