Um jovem russo, vlogger de ocupação, publicou um vídeo em que visitou um concessionário da Porsche e, após espreitar a maioria dos modelos expostos, centrou a sua atenção num Taycan Turbo S, o mais potente dos eléctricos da marca. Depois de dar a volta ao carro, testar a abertura da tomada de recarga e soprar o logo do modelo, Mikhail Litvin sentou-se ao volante. De seguida, deverá ter ligado a berlina eléctrica e, talvez para ouvir o “roncar” dos motores eléctricos, pressionou o acelerador. Como seria de esperar, o Porsche saiu disparado… pela janela do stand.

Litvin não é um estreante em vídeos destinados a tornarem-se virais, que é sinónimo de sucesso para muitos e de patético para muitos outros. Em finais de 2020, pegou no seu Mercedes AMG GT 63 S de quatro portas, que apresentava uns defeitos que o concessionário não conseguia resolver, incendiou-o e publicou o vídeo sobre o gigantesco barbecue. As imagens, que lhe custariam “só” 220 mil euros, caso habitasse em Portugal, foram um sucesso (21,5 milhões de visualizações) para os seus 5 milhões de seguidores, num universo em que o que interessa é conseguir cliques.

Apenas quatro meses depois do episódio do AMG GT 63 S que se esvaiu em fumo, os fãs aguardavam ansiosamente o “enriquecedor” tema do próximo vídeo do vlogger, pois este poderia decidir saltar sem pára-quedas do topo do Kremlin, por exemplo, na ânsia de voltar a fazer um vídeo viral para as redes sociais. Mas Litvin surpreendeu-os com uma visita ao concessionário local da Porsche, de onde saiu pela janela em vez de pela porta, como fazem os clientes que não são estrelas.

Incendiou Mercedes-AMG GT 63 S de 220.000€ de propósito

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ao que parece, segundo os media russos, no início do vídeo surgem três personagens (mal) disfarçados, que representam Estaline, Lenine e Putin, e se os dois primeiros não estão em condições de se vingar, o terceiro é conhecido por lidar mal com críticas e parvoíces. Mas tudo isto pode não passar de uma encenação, como o próprio incidente em si mesmo, pois os media locais afirmam que o Taycan foi mesmo adquirido por Litvin, que negociou com a Porsche levantar o seu veículo desta forma, responsabilizando-se por todas as despesas que daí resultassem, porque vale tudo por uma mão cheia de cliques.

Perdeu aposta. E atira Mercedes G63 de helicóptero

E este nem é o único russo capaz das maiores tropelias para ser popular nas redes sociais, pois um dos seus rivais em busca de uns minutos de fama já atirou um Mercedes Classe G de um helicóptero.