Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A missão de marcar nove golos era praticamente impossível mas a Seleção Nacional feminina deixou mais uma demonstração de força que permite manter o sonho de chegar à fase final do Campeonato da Europa de 2022, terminando a fase de grupos de qualificação com uma vitória por 2-0 frente à Escócia.

Ana Capeta, numa boa zona de pressão que fez com que a tentativa de pontapé da guarda-redes Jenna Fife desviasse na avançada para a baliza (27′), e Fátima Pinto, numa segunda bola no corredor central já na área com um remate sem hipóteses (90+2′), fizeram os dois golos do encontro realizado em Larnaca.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Desta forma, Portugal terminou o grupo E na segunda posição com 19 pontos (seis vitórias, um empate e apenas uma derrota), sendo que o único desaire, com a Finlândia no período de descontos, acabou por ser determinante para não terminar como um dos melhores segundos classificados. Desta forma, a Seleção irá tentar o apuramento no playoff, onde estão também Rússia, Ucrânia, Rep. Checa e Irlanda do Norte. A última equipa a entrar também nesta fase será a Itália ou a Suíça, dependendo do desfecho do jogo das transalpinas com Israel.

Holanda, Dinamarca, Noruega, Espanha, Finlândia, Suécia, França, Bélgica e Alemanha, todas primeiras no seu grupo, já se encontram apuradas para a fase final, a par de Islândia e Áustria, melhores segundas classificadas.

“É um sentimento agridoce. Não só pelo último jogo, com a Finlândia, mas não podemos esquecer as inúmeras oportunidades contra Chipre e Albânia. Também com a Finlândia, em casa, onde empatámos. Hoje podíamos estar a ter outro tipo de destino. Quero realçar a resposta do grupo, que ao saber que não podia apurar-se, foi incrível. O jogo não foi tão bem jogado da nossa parte mas foram umas guerreiras muito disponíveis e estou muito orgulhoso pela campanha que realizámos. Fizemos 19 pontos, a maior pontuação de sempre, estou muito orgulhoso pelo que fizeram. A campanha tem sido brilhante e em abril vamos concretizar os nossos objetivos. Estas exibições e o comportamento, a disponibilidade e a paixão que têm deixam-me tranquilo”, comentou no final do encontro em Larnaca o selecionador nacional, Francisco Neto, em declarações ao canal 11.