Em clima de festa, por estar a celebrar o seu 3º aniversário, a Cupra começou por recordar que nem a pandemia a impediu de crescer dos 18.000 veículos vendidos em 2018, no ano de estreia, para os 27.000 que transaccionou em 2020. Mas o CEO da marca, Wayne Griffiths, avisa que o melhor está para vir, com novos modelos e, sobretudo, veículos mais desportivos e potentes.

O evento relativo ao aniversário do fabricante espanhol serviu de pretexto para revelar o novo Formentor VZ5, o SUV com ar de coupé que além de usufruir de chassi, suspensões e travões mais desportivos, monta ainda um novo motor de 5 cindros e 2,5 litros sobrealimentado, capaz de fornecer 390 cv. Mas as novidades não se esgotam aqui, pois Griffiths fez saber que pretende ver a Cupra crescer de 5% para 10% no segmento, para o que vai contar com o reforço da gama, à custa do lançamento de seis modelos híbridos plug-in (PHEV).

Formentor VZ5 monta motor de 5 cilindros e 390 cv

O construtor não se vai ficar apenas pelas versões potentes a gasolina ou pelas soluções mais amigas do ambiente PHEV. Em 2021, vai ser lançado o primeiro eléctrico da Cupra, o Born, que recorre à plataforma MEB do Grupo Volkswagen, bem como ao banco de órgãos, a nível das baterias e motores eléctricos. Mas se a base é conhecida, o Cupra possui uma estética própria e irá ter uma atitude mais desportiva do que as restantes propostas a construir sobre a mesma plataforma. E depois de 2021 chegará o segundo eléctrico da marca, o Tavascan, um SUV de maiores dimensões e que deixa antever um mais generoso espaço interior.

Cupra salta para a água com De Antonio de 8,5 metros

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Além destas “prendas” para a estrada, a Cupra focou-se ainda no mar, para o qual se associou ao estaleiro espanhol De Antonio Yachts, que fabrica embarcações de recreio entre 28 e 50 pés. O objectivo do construtor de automóveis é colocar aos seus designers o desafio de tornar um barco mais refinado e desportivo, como pode ler abaixo. Esta aposta fora dos carros surge no seguimento de outras incursões pelo lifestyle, onde surge associada ao fabricante hispânico de ténis Mikakus, e por desportos como o padel, onde o parceiro é a Wilson.

6 fotos

Como uma marca que se quer desportiva tem de estar presente na competição, a Cupra não se faz rogada. Além de participar no campeonato europeu e italiano para carros de turismo (TCR), com o Cupra Leon Competición, vai disputar o ETCR, o campeonato animado por veículos similares (no caso com o Cupra e-Racer), mas alimentados por motores eléctricos, com energia acumulada em baterias. E dado que a Cupra também produz SUV, Wayne Griffiths decidiu ainda estar presente no novo troféu reservado a buggies 4×4 eléctricos, que se irão enfrentar nos quatro cantos do mundo, do gelo à areia e dunas do deserto, para depois realizar incursões por África e pela Amazónia.