Nesta terça-feira, às 18h00 de Lisboa (10h00 de Cupertino, na Califórnia), a Apple vai apresentar novos produtos. Como já é hábito, e apesar de não haver nenhuma garantia, não faltam rumores sobre que vai ser anunciado. Novos iPad? Novos Macbook? Um carro? Os dois primeiros parecem quase certos, já o último, apesar de ser uma possibilidade, nem tanto. Vimos os principais rumores que circulam pela internet, como os que conta o MacRumors, um site que, como diz o nome, é especializado em antecipar notícias da Apple (e não se engana assim tanto). Com a possível triagem, tentamos antever o que deve esperar.

Apple apresenta novos produtos a 20 de abril

Novos modelos do iPad Pro e do iPad Mini

Este é o rumor que parece mais certo. Por norma, tem sido em março que a Apple apresenta novos modelos da versão Mini dos tablets iPad. Além disso, há uns meses que analistas deste mercado, como Ming-Chi Kuo, afirmam que a Apple vai lançar novas versões de 11 e 12,9 polegadas dos iPad Pro, como avançou o Macworld.

Quanto aos iPad Mini, o design deve manter-se inalterado. Ou seja, vai continuar a manter um botão físico para aceder ao menu inicial. Contudo, o tamanho deve aumentar, passando a ter 8,7 polegadas, e não 7,9, como os modelos atuais.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Relativamente aos iPad Pro, a Apple deve apresentar um modelo com um novo processador mais potente — “tão potente como os novos M1 [que estão nos novos computador Mac]”, diz o Macworld –, com versão 5G e com um ecrã com maior nitidez.

Novos iMac para uma nova década

De acordo com os sites especializados, este rumor é também uma expetativa quase certa. Os iMac, os computadores de secretária all-in-one [ecrã e computador num aparelho só] da Apple, já são antigos pelas contas da indústria. Afinal, o último modelo foi lançado em 2017 e ainda conta com os processadores da Intel, dos quais a Apple abdicou em detrimento dos seus, os M1. O que é que isto quer dizer? Que está na altura de lançar novos modelos.

Novos modelos podem significar também um novo design. Critique-se ou não, é inegável que os iMac têm sido sinónimo de visual icónico ao longo da décadas. Ainda se lembra dos modelos translúcidos com cores do início do milénio, os G3? Pois, as cores podem estar de volta com os novos iMac, que também trazem os processadores M1,. Pelo menos, foi isso que, em fevereiro, o analista de tecnologia e youtuber Jon Prosser diz ter revelado no Twitter. E não foi o único. Contudo, apenas se vai saber na terça-feira. Num contra-argumento a este rumor, convém relembrar que, à semelhança de outras empresas, a Apple também está a ter constrangimentos devido à falta de chips a nível mundial.

AirTags, a concorrência da Apple às Lapa e aos Tile

Esta é outra das expectativas que se deve concretizar em relação a este evento. Os AirTags, dispositivos semelhantes aos desenvolvidos pela Tile ou pela Lapa que se colocam em quaisquer objetos para, através da aplicação “Find My” e da tecnologia Bluetooth, poderem ser localizados facilmente. O lançamento de um produto destes pelas mãos da Apple é rumor desde 2019. Agora, parece que vai ser anunciado.

A dar alento a este possível lançamento está a própria Apple, só que indiretamente. Como conta o Macrumors, a empresa disponibilizou no início de abril o programa “Find My Network Accessory” [“encontra o acessório da minha rede, em português”]. Este novo software do iOS 14, o sistema operativo móvel dos smartphones iPhone,  permite agora que fabricantes terceiros deste tipo de dispositivos possam integrar os seus produtos na app oficial “Find My” da Apple, para evitar perder objetos importantes.

Acredita-se que isto foi feito para a empresa poder agora divulgar os seus AirTags. Se forem lançados, só não se esqueça de os carregar.

Capas novas para iPhone? Uma data para o iOS 14.5? Uma nova Apple TV? Um carro da Apple?

Este artigo podia ter terminado no último parágrafo sobre os Airtags e, mesmo assim, a única certeza é que não há certezas quanto a terça-feira. Tanto quanto é sabido, a Apple, como já fez em 2019, pode acabar a anunciar um concorrente do Netflix e um cartão de crédito. Porém, e mesmo com estes rumores mais esperados que deixámos aqui, claro que também fomos ver os mais inusitados, a começar por um que que já não é tão inusitado assim: o carro da Apple.

Apple planeia lançar carro em 2024 com bateria que será “outro nível”

Desde que a Reuters revelou no final de dezembro que a Apple quer entrar no mercado dos carros elétricos, nem Tim Cook, o presidente executivo da empresa, consegue evitar falar sobre o assunto. Exemplo disso é a entrevista que fez no início do mês ao The New York Times. Para já, esta notícia é como qualquer outro rumor: não é certa. Agora, não falta quem até congemine como pode ser o visual do carro que a Apple estará a criar.

No final do ano passado, de forma algo atípica, a Apple fez não um, mas sim três eventos: a 15 de setembro, no qual anunciou tablets iPad e relógios Apple Watch; a 13 de outubro, no qual apresentou, como faz por essa altura do anos, os novos iPhone; e a 10 de novembro, no qual divulgou novos processadores. Ou seja, como a Apple não fez um evento em março este ano, há outros produtos que os fãs ainda esperam, como uma nova Apple TV. A Apple TV é o aparelho da empresa que permite tornar qualquer ecrã numa televisão inteligente. À semelhança dos iMac, a última versão já é de 2017. Mesmo assim, apesar de existir o tímido tweet que antevê esse anúncio, não é dos rumores mais esperados.

Além destes dois produtos , há também expetativa de que este evento de primavera traga uma data para a nova versão do iOS 14, a 14.5, e novidades sobre capas e acessórios novos para os iPhone, com uma bateria extra que se conecta por íman. Para confirmar tudo isto, o Observador vai estar a acompanhar o evento de terça-feira.