Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Media Capital anunciou esta segunda-feira um acordo entre a TVI e a CNN que prevê criar a CNN Portugal. Em comunicado, o Grupo Média Capital SGPS, S.A. garante que, com este acordo, “abre-se um novo capítulo na história da televisão em Portugal, uma vez que se trata de uma parceria com uma das mais inovadoras, influentes e prestigiadas cadeias de televisão a nível mundial”.

Ao que o Observador apurou, a CNN Portugal virá mesmo substituir a TVI24, aproveitando a sua redação — uma mudança que acontecerá ainda este ano de 2021.

Fonte oficial do grupo lembrou que, em setembro, quando tomou posse a nova direção de informação, “o objetivo foi posicionar o jornalismo da TVI”.

“Trabalhámos recentemente na reestruturação programática da TVI24. Todas estas operações permitiram chegar onde estamos agora: a um acordo de licenciamento com a marca mais prestigiante do jornalismo internacional. Isto só é possível graças ao trabalho conjunto de toda a equipa da informação, da aposta nos melhores ativos, na melhor direção e na melhor forma de trabalhar a informação”, adiantou a mesma fonte.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O memorando de entendimento assinado pela TVI e pelo Grupo Turner Broadcasting System Europe para um acordo de licenciamento prevê a criação da CNN Portugal. Segundo o comunicado, “o canal será programado e operado pela Media Capital sob licença da CNN, a qual também fornecerá formação, consultoria e acesso a conteúdo de todo o portfólio da CNN”.

“A CNN é uma referência global de topo na informação rigorosa, livre e independente. O Grupo Media Capital partilha estes valores e considera da maior relevância para o futuro do audiovisual português este acordo e o sucesso desta parceria”, lê-se.

O grupo liderado por Mário Ferreira promete mais informações sobre o projeto após a fase de discussão com as autoridades reguladoras e a conclusão do processo de implementação do projeto, “cumprindo os trâmites legais e regulamentares”.

Fonte oficial do grupo adiantou também ao Observador que a “CNN Portugal vai compartilhar a mesma marca da rede nos Estados Unidos, pioneira na transmissão de notícias 24 horas por dia, mas funcionará com licença própria e operacionalizada em Portugal”.

O presidente do conselho de administração, Mário Ferreira, será esta segunda-feira entrevistado no Jornal das 8.