438kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Boletim DGS. Oitavo dia sem mortes desde o início da pandemia

Este artigo tem mais de 6 meses

Sem mortes a registar, Portugal tem mais 572 casos de infeção, uma subida face ao mesmo dia da semana anterior (451). Nos internamentos não há alterações a registar.

Funcionários transportam um paciente numa cama no Hospital de São João, hospital que enfrentou a pandemia de covid-19, Porto, 18 de maio de 2021. (ACOMPANHA TEXTO DE 19/05/2021) JOSÉ COELHO/LUSA
i

JOSÉ COELHO/LUSA

JOSÉ COELHO/LUSA

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Pela oitava vez desde o início da pandemia, Portugal não registou mortes por Covid-19, depois de, na quarta-feira, ter oficializado um óbito devido à doença. Só este mês, já houve cinco dias sem mortes a registar, que se somam a dois em abril e um em agosto do ano passado.

O boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) dá ainda conta de 572 novas infeções, uma redução ligeira face às 594 do dia anterior. Ainda assim, face ao mesmo dia da semana anterior (451), trata-se de um aumento. De facto, a média dos últimos 7 dias, desde sexta-feira, 21 de maio, é de 468 casos diários, enquanto que, na quarta-feira, era de 450 casos por dia. Já no mesmo dia da semana passada, a 20 de maio, a média de novos casos a 7 dias era de 400 diários.

Nos internamentos não há alterações a registar — nem em enfermaria, nem em cuidados intensivos. Assim, estão neste momento internadas 233 pessoas, sendo que há 53 doentes em unidades de cuidados intensivos.

Lisboa e Vale do Tejo com 46,15% dos novos casos

A região de Lisboa e Vale do Tejo, que tem visto a incidência aumentar nos últimos dias, registou mais 264 casos de infeção com o SARS-CoV-2, o que representa 46,15% do total de novos casos. Ainda assim, é a região Norte a que soma mais casos desde o início da pandemia 339.803 face aos 320.165 da região da capital.

Mas olhando para os números diários, a região Norte vem em segundo lugar, com 159 novas infeções, o Centro, que tem mais 64, e a região autónoma dos Açores, com mais 38. Depois, vem o Alentejo (mais 22), a região autónoma da Madeira (14) e é o Algarve que tem menos novas infeções (11).

Mais 1.221 pessoas sob vigilância das autoridades de saúde

Nas últimas 24 horas, há mais 1.221 pessoas que estão sob vigilância das autoridades de saúde, porque estiveram em contacto com um caso positivo ou um caso suspeito. Ao todo, estão, atualmente, nesta situação 21.834 cidadãos.

Além disso, recuperaram mais 467 pessoas, para um total de 807.532 desde o início da pandemia. Há, atualmente, 22 452 casos ativos em Portugal, mais 105 do que no dia anterior.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.