Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Cada um deles tem, à sua maneira, relações atribuladas com a justiça. E cada um deles representa, à sua maneira, um caso por resolver, ou mal resolvido, na sociedade portuguesa. José Sócrates por causa da Operação Marquês. Otelo Saraiva de Carvalho por causa das FP-25. Rui Rangel por causa da Operação Lex. Os três são os protagonistas na nova revista de aniversário do Observador, e cada um deles tem uma capa só para si, à escolha do leitor.

Como já é tradição, a revista de aniversário do Observador reúne alguns dos melhores artigos que foram publicados ao longo do último ano, nos mais diversos géneros: reportagem, artigos de investigação, ensaios ou artigos de opinião. É uma celebração do melhor trabalho jornalístico do Observador, numa revista de excelência, já premiada em anteriores edições.

Neste número, encontrará textos de José Manuel Fernandes sobre José Sócrates, de Rui Ramos sobre Sá Carneiro, de Helena Matos sobre Marcelino da Mata, de Jaime Nogueira Pinto sobre o golpe de Botelho Moniz ou de Manuel Castelo-Branco (filho de uma das vítimas) sobre Otelo e as FP-25 de Abril. Na opinião, pode também contar com Miguel Pinheiro, Alberto Gonçalves ou José Diogo Quintela.

Há ainda grandes reportagens sobre José Eduardo dos Santos, a febre das bitcoin, o mistério das festas de sexo Purilia ou a luta contra a Covid no Hospital de Santa Maria. E trabalhos de investigação sobre a forma como o Partido Socialista tomou conta da máquina da Segurança Social ou sobre as contas polémicas do Santuário de Fátima.

São 140 páginas de jornalismo de primeira qualidade, ao preço de 5,90 euros. A edição é de João Miguel Tavares e da Cinco Um Zero.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR