Alguns condutores mais facilmente impressionáveis podem sentir-se levados a tentar repetir com os seus automóveis as proezas que vêem nos filmes. A saga Velocidade Furiosa é disso um excelente exemplo, com os actores – ou melhor, os duplos – a realizar proezas intermináveis aos comandos dos seus veículos, o que inclui peões, piruetas, derrapagens a perder de vista e saltos com fartura.

Ocasionalmente, o realizador tira da manga mais uma habilidade que resulta sempre, que consiste em passar com um desportivo baixinho sob o atrelado de um semi-reboque. O que o público por vezes não repara é que os veículos que vê na tela são preparados especificamente para o efeito, para reduzir o risco ou tornar a manobra possível.

O russo Evgeny Cheboratev pegou no seu Mazda MX-5, comercializado como Miata em alguns mercados, e tratou de reproduzir a passagem sob o atrelado de um camião, que tem de manter a velocidade constante. Além disso, convém existir comunicação entre o veículo pesado e o Mazda, com o condutor deste a ter necessariamente de evitar os pneus do semi-atrelado, que num instante são capazes de tornar o baixinho MX-5 ainda mais baixinho.

Ao ver as imagens, parece-nos que o engate do atrelado no tractor está mais alto do que seria normal, parecendo existir uma extensão na placa de engate, para subir a altura livre sob o reboque. Ainda assim, Cheboratev geriu bem a manobra e conseguiu passar por baixo do camião sem lhe tocar ou, melhor ainda, sem ser tocado (seria mais pisado) por ele. E instalou uma série de câmaras para documentar a proeza, pois, se algo corresse mal, esta façanha podia muito bem ser a última.