533kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 32.99/mês aqui.

Choveu no ponto mais alto do manto de gelo da Gronelândia pela primeira vez desde que há registos

Este artigo tem mais de 1 ano

É a quarta vez em menos de quatro décadas que o topo do manto de gelo da Gronelândia atinge temperaturas positivas. Desta vez, o degelo foi acompanhado de um episódio inédito de chuva.

A estação científica fica no ponto mais elevado do manto de gelo da Gronelândia. Desde que há registos, nunca ali choveu
i

A estação científica fica no ponto mais elevado do manto de gelo da Gronelândia. Desde que há registos, nunca ali choveu

Getty Images

A estação científica fica no ponto mais elevado do manto de gelo da Gronelândia. Desde que há registos, nunca ali choveu

Getty Images

Pela primeira vez desde que há registos meteorológicos, choveu no ponto mais elevado do manto de gelo da Gronelândia, de acordo com a Fundação Nacional para a Ciência dos EUA, que ali opera uma das mais importantes estações de investigação do planeta.

O manto de gelo da Gronelândia, que ocupa cerca de 80% da área da ilha, é a segunda maior massa de gelo do mundo, apenas atrás do continente da Antártida. O seu ponto mais elevado fica a mais de 3.200 metros de altitude e, nos últimos 32 anos, só registou temperaturas positivas três vezes antes deste ano: em 1995, 2012 e 2019.

Desta vez, as temperaturas subiram ao ponto de causar degelo entre os dias 14 e 16 de agosto.

O ícone vermelho indica o lugar da estação científica que fica no ponto mais alto do manto de gelo da Gronelândia, que ocupa cerca de 80% da área da ilha

Google Maps

Porém, o degelo deste ano foi incomum. Além de as temperaturas terem passado a barreira dos zero graus Celsius, também choveu — num lugar onde está sempre tanto frio que a precipitação é sempre na forma sólida de neve.

“Durante todo o dia de sábado, esteve a chover sempre que foram feitas observações meteorológicas. E foi a primeira vez que isto foi observado na estação”, disse ao The Washington Post a investigadora Zoe Courville.

De acordo com aquele jornal, o manto de gelo da Gronelândia sofreu nestes dias um dos maiores episódios de degelo desde que há registos, com as temperaturas a ficarem, em várias regiões do manto, 18 graus Celsius acima da média. No pico, a temperatura chegou mesmo a um máximo de 0,6ºC.

A chuva só acelerou o processo de degelo, de acordo com vários especialistas citados pelo The Washington Post. “Imaginem a diferença entre chuva a cair num manto de gelo em vez de neve. Basicamente, a chuva consegue derreter a neve“, disse ao jornal o investigador Von Walden.

Segundo os especialistas, é pouco provável que este episódio específico de degelo tenha um impacto significativo na subida do nível da água do mar: por ter acontecido no topo do manto de gelo, o mais provável é que a água que vai escorrer pelo território volte a congelar antes de atingir o oceano.

Contudo, trata-se de um indicador claro de que o degelo está a acelerar nas latitudes mais elevadas — um fenómeno que dificilmente poderá ser desligado do aquecimento global provocado pela atividade humana.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.