O livro “67 Vozes por Portugal — A Grande Oportunidade” propõe reflexões sobre o “futuro do país”, através de textos inéditos assinados por personalidades de diferentes áreas: Adriano Moreira e Afonso Reis Cabral, José Avillez e Pedro Abrunhosa, Isabel Stilwell e Ricardo Mexia, por exemplo. A análise sobre o país é feita tendo em conta o final do pico da pandemia e os tempos próximos, entre “os desafios e as responsabilidades”.

O Observador publica um excerto do livro: o texto de Isabel Jonet, presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares contra a Fome e do Banco Alimentar contra a Fome de Lisboa, que defende que “gerar riqueza e fomentar empresas fortes é a única forma de reduzir a pobreza”.

A capa de “67 Vozes por Portugal” (Oficina do Livro)

“Vivemos tempos desafiantes. Nada faria prever que, de forma brusca e inesperada, enfrentaríamos uma crise desta dimensão e abrangência, com impactos no Mundo inteiro, que se refletem inevitavelmente numa recuperação de Portugal.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.