As acusações de subsídio-dependência associada à comunidade cigana foram tema constante na campanha das Presidenciais, que decorreu recentemente, sendo um dos principais argumentos usados por um candidato concreto, André Ventura. É verdade que a sua adversária nesta corrida, a socialista Ana Gomes, usou o mesmo argumento no debate que teve com o líder do Chega na TVI?

A ideia está a circular no Facebook através de uma publicação onde é partilhada uma imagem de um ecrã de televisão, sintonizado na TVI durante o frente-a-frente Ana Gomes/André Ventura, e onde por baixo da imagem da candidata surge uma citação: “Acusa a população cigana de viver de subsídio-dependência.” A frase está a ser associada à militante socialista e é dela, mas numa referência a André Ventura. Muitos dos utilizadores do Facebook estão a associar — de forma errada — a ideia a Ana Gomes.

O Observador foi rever o debate e verificou que Ana Gomes diz, de facto, a frase. Mas fá-lo quando ataca André Ventura e o partido que lidera, o Chega. A candidata presidencial, que ficou em segundo lugar nas eleições do passado domingo, afirmava (ao minuto 2o:53 do vídeo) que se fosse eleita iria pedir à Procuradoria-Geral da República que levasse “à reapreciação do Tribunal Constitucional esta formação”, referindo-se ao Chega.

Ana Gomes justificava logo de seguida a sua ideia acusando o Chega de “violar a Constituição no seu programa e na sua prática, pela prática reiterada de incitamento ao ódio racista, à discriminação, ao confinamento de grupos étnicos no nosso país, como este senhor quer em relação à população cigana que acusa de viver de subsídio-dependência”. Aliás, nesse mesmo raciocínio, a candidata acrescenta mesmo que os dados mais atualizados mostram que a a população cigana a receber rendimento social de inserção é de “3,8%, uma fração do que o amigo deste senhor, Luís Filipe Vieira, pregou de calotes ao Estado português e aos contribuintes” com o Novo Banco.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Conclusão

É falso que Ana Gomes tenha acusado a população cigana de viver de subsídio-depedência. A frase que aparece na imagem partilhada e muito comentada (e interpretada de forma errada) por vários utilizadores do Facebook é de Ana Gomes, mas sobre o seu adversário André Ventura que em campanha usou diversas vezes o argumento contra a comunidade cigana que acusa de viver de subsídios do Estado. Neste caso está tudo certo, só está mesmo errada a interpretação feita a partir do que apareceu no ecrã num determinado momento do debate entre os dois candidatos presidenciais.

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

NOTA: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook

IFCN Badge