A corrida presidencial ainda não começou, mas as informações falsas já começaram a atacar os candidatos presidenciais. Desta vez, foi Ana Gomes a visada, através de uma publicação de Facebook, de 27 de setembro, onde surgia um suposto tweet da ex-eurodeputada socialista com o seguinte texto: “Volto a reiterar, é de aplaudir a escolha da SIC Notícias em vestir um fato a um negro e pô-lo a apresentar o telejornal como se fosse gente branca, num português quase sem sotaque. Oxalá um dia todos os cargos de poder em Portugal sejam entregues assim, em nome do progressismo!” Atingiu rapidamente as 17,4 mil visualizações. É, no entanto, uma publicação falsa.

Publicação que atribui um tweet falso a Ana Gomes.

O post refere-se ao jornalista Cláudio França, que apresentou o telejornal da SIC Notícias, no passado sábado. Um dia a seguir à publicação viral ter surgido, Ana Gomes desmentiu a informação veiculada, através de um tweet da sua conta oficial. Desde dia 26 de setembro até à última segunda-feira, a antiga eurodeputada não fez qualquer referência ao jornalista Cláudio França, sem ser um tweet, por volta das 10h do passado sábado, com uma fotografia do pivô daquele canal de televisão, com a seguinte legenda: “Boa @SICNoticias!”

Tweet verdadeiro da antiga eurodeputada

No mesmo dia, Ana Gomes fez ainda referência ao Festival Queer Lisboa, destacou a sua entrevista com Manuel Luís Goucha na TVI e publicou uma fotografia com o jornalista Joaquim Letria na Guiné Bissau. Em  nenhuma rede social da atual candidata à presidência da República é possível encontrar um texto semelhante ao que é apontado na publicação original.

Conclusão

Não é verdade que Ana Gomes tenha aplaudido a SIC Notícias por ter colocado “um negro de fato a apresentar o telejornal como gente branca”. A informação falsa foi desmentida pela actual candidata à presidência da República. Além disso, não há nenhum post ou tweet  da antiga eurodeputada que comprove estas afirmações.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

Errado

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

NOTA: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge