Uma publicação está a ser partilhada nas redes sociais, com um alegado comentário de André Ventura referente aos três atletas que trouxeram, cada um, uma medalha de ouro para Portugal, no último Europeus de Atletismo de Pista Coberta. A frase foi escrita, sim, mas foi retirada do contexto.

De acordo com o suposto tweet, com uma fotografia de Pedro Pablo Pichardo, Auriol Dongmo e Patrícia Mamona, André Ventura terá escrito a seguinte frase: “É a este ponto de loucura [a] que estamos a chegar. Ou paramos isto ou não temos futuro…”

Numa rápida pesquisa pelo Twitter de André Ventura, não é possível encontrar tal publicação, nem nenhum tweet com a partilha desta ou de qualquer outra fotografia dos três atletas portugueses. Ou seja, o líder do Chega não escreveu qualquer comentário sobre Pichardo, Dongmo ou Mamona, nem sobre as as suas respetivas vitórias nos Europeus de Pista Coberta, que se realizaram no início deste mês na Polónia.

No entanto, a frase “É a este ponto de loucura que estamos a chegar. Ou paramos isto ou não temos futuro…” foi efetivamente escrita por André Ventura, mas num contexto diferente.

Num tweet datado de 18 de fevereiro, o deputado partilhou uma fotografia de um direto de um programa de televisão da TVI24, do qual foi convidada Joana Cabral, dirigente da associação SOS Racismo, que terá afirmado que “o racismo não existe de negros para brancos”. Foram, sim, estas declarações que André Ventura decidiu comentar no Twitter.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O alegado comentário de André Ventura a criticar Pichardo, Dongmo ou Mamona — que representaram Portugal nos últimos Europeus de Pista Coberta e que levaram a que se escutasse o hino nacional na Polónia por três vezes — foi partilhado nas redes sociais e suscitou comentários de internautas como: “A ser verdade, esta besta não tem orgulho nenhum nos feitos dos portugueses que honram a bandeira portuguesa.”

No entanto, essa publicação, associada aos três atletas, é falsa.

Conclusão

É falso que André Ventura tenha criticado os atletas Pedro Pablo Pichardo, Auriol Dongmo e Patrícia Mamona pela representação de Portugal nos Europeus de Atletismo em Pista Coberta, que lhes valeu três medalhas de ouro. O deputado único e líder do Chega não fez qualquer tipo de comentário sobre os três atletas portugueses.

No entanto, a frase que está associada à fotografia em causa foi, efetivamente, escrita por André Ventura, mas noutra circunstância. A 18 de fevereiro, o deputado partilhou uma fotografia de um programa televisivo para criticar as declarações do interveniente, neste caso, uma dirigente da SOS Racismo, que afirmava que “o racismo não existe de negros para brancos”. Foi esta a afirmação que mereceu as críticas do líder do Chega, que, assim, escreveu: “É a este ponto de loucura que estamos a chegar. Ou paramos isto ou não temos futuro…”.

Ou seja, a frase da autoria de André Ventura foi copiada e colada junto a uma montagem com os três atletas portugueses, tendo sido retirada de uma outra publicação — essa, sim, verdadeira — e publicada e difundida de forma enganosa nas redes sociais.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

IFCN Badge