A imagem mostra vários deputados a olhar para os telemóveis durante a sessão solene do 25 de Abril na Assembleia da República, em 2020. A acompanhar a fotografia, um utilizador de Facebook escreve: “É isto o festejo do 25 de Abril??? Custou aos contribuintes 2 milhões, isto??? Só tenho uma palavra: VERGONHA.”

A publicação já foi partilhada centenas de vezes e não é a única. Há vários utilizadores no Facebook a apontarem que houve um investimento de 2 milhões de euros para realizar a sessão evocativa do Dia da Liberdade, sessão essa que dividiu a sociedade entre os quem defendia que o Parlamento tinha obrigação de assinalar a data e os que, pelo contrário, argumentavam que em tempo de pandemia, e de confinamento social, os deputados deveriam ter escolhido outra forma de celebrar o 25 de abril.

Publicação do Facebook que diz que o custo da cerimónia foi de 2 milhões de euros

Mas a cerimónia custou, de facto, 2 milhões de euros? Não. Segundo fonte oficial da Assembleia da República o valor gasto está muito longe do apontado, ficando pouco acima dos dois mil euros. Ou seja, o valor que está a circular nos posts de Facebook nada têm a ver com a realidade.

O Observador questionou o secretário-geral da Assembleia da República sobre estes valores: “Confirma-se que a notícia é completamente falsa. O custo da sessão solene, agendada para o dia 25 de abril de 2020, foi de 2.052,41 euros”, respondeu o gabinete de Albino de Azevedo Soares.

Não é a primeira vez que a cerimónia de celebração do 25 de abril deste ano é alvo de fact checks no Observador. Desde o início envolta em polémicas, também circularam imagens no Facebook que faziam acreditar que os deputados não tinham cumprido com o distanciamento social que deviam. Segundo a investigação feita pelo Observador, também essas publicações eram falsas.

Conclusão:

A informação que tem andado a circular no Facebook é falsa, o valor de 2 milhões de euros não corresponde à verdade. Segundo o gabinete do secretário-geral da Assembleia da República, o custo da sessão solene do 25 de Abril foi de 2.052,41 euros — e não de 2 milhões de euros, como tem sido partilhado.

Segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

Errado

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

Nota 2: O Observador faz parte da Aliança CoronaVirusFacts / DatosCoronaVirus, um grupo que junta mais de 100 fact-checkers que combatem a desinformação relacionada com a pandemia da COVID-19. Leia mais sobre esta aliança aqui.

IFCN Badge