Uma alegada imagem de Saturno está a ser partilhada nas redes sociais com uma legenda que a identifica com a missão Cassini, a maior e mais cara missão espacial de sempre, que durante 20 anos explorou este planeta do sistema solar. De acordo com a informação que a acompanha, trata-se da mais próxima de Saturno alguma vez captada, mas isto não é verdade.

A publicação que identifica a imagem como “a maior aproximação da sonda Cassini à atmosfera de Saturno. Esta é a imagem mais próxima de Saturno alguma vez captada”

A Cassini, um projeto conjunto da NASA, Agência Espacial Europeia (ESA) e Agência Espacial Italiana (ASI), foi lançada a 15 de outubro de 1997. Depois de seis anos e 261 dias a viajar pelo espaço, atingiu a órbita de Saturno em julho de 2004. Até setembro de 2017, quando foi desativada ao fim de quase 20 anos de exploração, realizou inúmeros inúmeros “mergulhos” de aproximação, que contribuíram para um melhor conhecimento de Saturno, nomeadamente dos seus satélites naturais (a sonda espacial descobriu mais de 45 durante o seu tempo de vida).

A missão não foi a primeira a aproximar-se deste planeta, mas foi a primeira a entrar na sua órbita. Nunca antes uma sonda espacial se tinha aproximado tanto do planeta, que é composto sobretudo por hidrogénio, o que lhe permitiu captar imagens nunca antes vistas. Algumas delas foram partilhadas pela NASA em dezembro de 2016, assinalando assim a entrada da Cassini nos seus últimos meses de vida. A seleção não inclui a alegada fotografia que tem sido partilhada nas redes sociais, mas uma pesquisa no site da NASA permite descobri-la.

Cassini morreu. É o fim da maior e mais cara missão espacial de sempre

Ao contrário do que se possa pensar, a imagem não se encontra um artigo sobre a Cassini ou a sua última missão, a que os cientistas deram o nome de “Grand Finale”, mas na página de recursos da NASA. A descrição esclarece a sua origem: trata-se de um trabalho artístico, feito digitalmente, que pretende ilustrar o derradeiro “mergulho” da sonda na atmosfera de Saturno.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A imagem tem sido partilhada nas redes sociais numa outra posição, tendo sido virada para a direita. No trabalho original, o anel de Saturno surge verticalmente, enquanto na publicação este se encontra na horizontal, como se pode ver aqui:

Fonte: NASA/JPL-Caltech

Conclusão

A imagem que está ser partilhada nas redes sociais não se trata de uma verdadeira fotografia de Saturno, mas de um trabalho artístico, feito digitalmente, que mostra como seria o derradeiro “mergulho” da Cassini na atmosfera de Saturno, que explorou durante 20 anos antes de ser desativada, em setembro de 2017.

Assim, segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

IFCN Badge