Uma fotografia de um idoso a chorar tem circulado nas redes sociais nos últimos dias. A acompanhar a imagem está um texto que alega que o homem, um italiano de 93 anos, chora porque, “após ter melhorado em um hospital” foi informado que deveria pagar a conta do ventilador “utilizado por um dia”. Mas a narrativa continua: segundo o texto, o homem terá dado uma resposta ao médico que o informou da dívida, que o deixou também a chorar.

De acordo com a publicação, o italiano teria explicado que não estava a chorar pelo dinheiro, porque até tinha condições para pagar, mas porque tinha passado 93 anos a respirar “o ar dado por Deus sem pagar por ele” e nunca agradeceu. O problema é que o homem que aparece na imagem é um veterano da Segunda Guerra Mundial, sem qualquer ligação a Itália, que foi filmado a chorar por uma razão completamente diferente.

Apesar de a publicação nunca fazer referência à Covid-19 nem dar indicações sobre quando e onde este episódio teria ocorrido, vários utilizadores têm-na partilhado julgando que se trata de uma história verdadeira. A imagem já foi partilhada em vários países e tem versões em inglês e português.

A publicação do Facebook já foi replicada várias vezes

Introduzindo a imagem no site TinEye, uma ferramenta que diz qual a fonte de uma determinada fotografia, é possível perceber que circula há vários anos, muito antes da pandemia. Foi publicada pela primeira vez em março de 2015, numa reportagem no site da ABC News, intitulada: “O momento emotivo em que um veterano da Segunda Guerra Mundial lê uma carta de amor perdida”.

O veterano e o homem da fotografia é Bill Moore, que fica emocionado ao depois de saber que uma carta escrita por ele para a sua noiva de então, durante o tempo de Guerra, tinha sido encontrada na capa de um disco comprado por um estranho, numa loja de artigos em segunda mão. “Moore, agora com 90 anos, vive num lar em Aurora, no Colorado.

A filha foi contactada pouco antes do Dia dos Namorados deste ano pela pessoa que sem intenção comprou a carta e Moore ficou emocionado quando a leu pela primeira vez em 70 anos“, escreveu a ABC News. Os dois estiveram casados durante 63 anos até a mulher morrer em 2010 — cinco anos antes de a carta ter sido encontrada.

Captura de ecrã do vídeo da ABC News que mostra Bill Moore emocionado

Depois, mesmo que o texto não estivesse acompanhado por esta imagem, é possível perceber que a narrativa não corresponde à verdade. Isto porque a assistência médica em Itália é financiada pelo Serviço Nacional de Saúde, criado em 1978 — que é um dos melhores do mundo.

Conclusão

Uma fotografia de um idoso a chorar tem circulado nas redes sociais, acompanhada por um texto que alega que o homem, um italiano de 93 anos, chora porque, “após ter melhorado em um hospital”, foi informado de que deveria pagar a conta do ventilador “utilizado por um dia”.

Só que o homem da fotografia é Bill Moore, um veterano da Segunda Guerra Mundial que fica emocionado ao depois de saber que uma carta escrita por ele para a sua noiva de então, durante o tempo de Guerra, tinha sido encontrada na capa de um disco comprado por um estranho numa loja de artigos em segunda mão. A imagem foi retirada de uma reportagem da ABC News.

Assim, segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

Errado

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

Nota 2: O Observador faz parte da Aliança CoronaVirusFacts / DatosCoronaVirus, um grupo que junta mais de 100 fact-checkers que combatem a desinformação relacionada com a pandemia da COVID-19. Leia mais sobre esta aliança aqui.

IFCN Badge