A 20 de maio, surgiu uma publicação no Facebook que dava conta da seguinte citação: “António ramalho, presidente do Novo Banco, ganha 400 mil euros mês, portugueses estais satisfeitos?”. Atingiu 202,8 mil visualizações até agora. No entanto, trata-se de uma publicação falsa.

Publicação de 20 de maioteve mais de 13 mil partilhas

Em tempos de crise, é habitual surgirem conflitos entre quem trabalha no sector bancário e quem trabalha noutros sectores. É, por isso, frequentecircularem publicações de contestação em relação a prémios financeiros ou aos salários de administradores de um determinado banco. Mesmo assim, é necessário sempre verificar as alegações que são feitas, principalmente nas redes sociais. Aliás, por vezes, basta uma consulta ao relatório e contas de um banco, neste caso do Novo Banco, do qual António Ramalho é CEO, e que é enviado para a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) para esclarecer as suspeitas visíveis no post original.

De facto, existe logo um erro inicial nessa publicação: os 400 mil euros referidos dizem, na verdade, respeito ao que António Ramalho ganhou durante o ano de 2018. Ou seja, não se refere ao que o presidente do Novo Banco recebe mensalmente. O valor exato atribuído ao presidente foi de 349.106, sendo que houve um acrescento — referido como “diferido — de 33.294. Estes valores estão disponíveis na página 149 do relatório, na parte onde está discriminado “o montante anual de remuneração auferida, de forma individual e agregada, pelos membros dos órgãos de administração e fiscalização do Novo Banco em 2018”. Esta informação chegou mesmo a ser publicada em diversos órgãos de comunicação social em Portugal, como o Jornal de Negócios ou o jornal Eco.

Portanto, se fizermos o exercício simples de dividir por doze meses o valor total recebido pelo CEO do banco português, chegamos à conclusão que, mensalmente, António Ramalho ganhou, aproximadamente, 31.867 euros. Um valor muito distante dos 400 mil referidos no post inicial.

Se consultarmos o mesmo relatório, mas agora de 2019, percebemos que houve um aumento no salário de António Ramalho, que já se verifica desde 2017: foi-lhe pago 357.037 euros, sendo que o valor em diferido também sofreu um aumento, passando para 42.963 euros.

Conclusão

No passado dia 20 de maio surgiu uma publicação no Facebook que dava conta da seguinte citação: “António ramalho, presidente do Novo Banco, ganha 400 mil euros mês, portugueses estais satisfeitos?”. Basta consultar os  relatórios de contas do banco português, entregues à CMVM, para se perceber que esta publicação não é verdadeira. O valor referido no post inicial, ainda que não seja exacto, é referente ao salário anual que António Ramalho recebe, e não a um valor mensal.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge