Nos últimos dias têm circulado várias publicações nas redes sociais que dão conta da detenção de Klaus Schwab, presidente executivo do Fórum Económico Mundial. Mas são alegações falsas — não há qualquer informação em órgãos de informação credíveis a relatar essa alegada detenção e a própria informação de que Schwab tinha sido detido já foram desmentidas por vários órgãos de fact checking internacionais, com desmentidos oficiais da Europol e do departamento de polícia federal da Suíça à agência Reuters.

Publicação no Facebook sobre alegada detenção de Klaus Schwab

As publicações nas redes sociais têm por base alguns sites (como este ou este), mas são sites que se dedicam a espalhar reiteradamente informações falsas. Segundo uma das versões que está a ser difundida relativamente ao presidente executivo do Fórum Económico Mundial, a polícia suíça teria detido Schwab em casa, em Cologny, a 12 de novembro.

Klaus Schwab tem estado no centro de várias informações falsas que têm circulado — nomeadamente desde o início da Covid-19 — e que procuram associar o Fórum Económico Mundial à existência da pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Esta é mais uma dessas notícias falsas. Surgiu pela primeira vez há cerca de uma semana e, apesar de todo o trabalho de fact checking em vários meios dedicados à verificação de factos, ainda não conseguiu ser travada, multiplicando-se as publicações e as várias línguas em que é apresentada.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A Europol e o departamento de polícia federal Suíça desmentiram à Reuters qualquer tipo de fundamento para tal afirmação. Além disso, há que sublinhar que a Suíça não faz parte da União Europeia e que seria impossível que a detenção acontecesse sob mandato da polícia europeia.

Enquanto Agência da União Europeia para a cooperação (EUROPOL), o papel que desempenha é o de suportar os Estados-membros da União nas investigações sobre crime organizado.

Conclusão

A informação da detenção do diretor executivo do Fórum Económico Mundial deriva de publicações em sites que se dedicam a espalhar informação falsa. O boato começou há cerca de uma semana e tem sido multiplicado em vários país. Mas não tem qualquer sustentação factual. Klaus Schwab não foi detido, a informação é falsa.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge