O príncipe Filipe morreu no passado dia 9 de abril aos 99 anos. Vários utilizadores decidiram começar a partilhar, no Facebook, uma fotografia do Duque de Edimburgo, vestido de Guarda Real britânico, onde estaria supostamente a pregar uma partida à Rainha Isabel II. A fotografia é verdadeira, mas a história divulgada não. Ou seja, trata-se de uma publicação enganadora.

Publicação viral que alega falsamente que o Duque de Edimburgo pregou uma partida à Rainha Isabel II.

Nessa imagem, é possível ver a Rainha Isabel II a rir-se da suposta partida que o marido lhe terá pregado. A verdade é que a fotografia foi tirada em 2003, pelo fotojornalista Chris Young da Associated Press, durante uma cerimónia dos Guardas de Grenadier no Castelo de Windsor. A farda que o Duque de Edimburgo estava a utilizar, já tinha sido usada pelo próprio noutras ocasiões, tal como descreve o fact-checker norte-americano, Snopes.

Capa do jornal Edmonton Journal em 2003.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O motivo para o riso da Rainha prende-se ao facto de, na altura em que o Duque de Edimburgo iria levar a figura mais importante da família real inglesa, terem surgido várias abelhas no local da cerimónia, a escassos metros de onde o casal se encontrava.

Na altura, alguns órgãos de comunicação social registaram o momento, como o Edmonton Journal ou o The Windsor Star, que escreveu que, apesar do caos instalado num evento tão organizado, só houve “uma vítima”: um antigo sargento picado na testa.

Esta publicação também já foi desmentida e devidamente enquadrada pelo The Washington Post no passado dia 11 de abril. E não, a Rainha não se estava a rir porque o marido estava vestido daquela forma ou porque lhe pregou uma partida.

O jornal norte-americano recorda que o fotografo, em declarações à BBC, era o único presente no evento, e que “teve sorte” de captar o momento. ” Foi um momento humano.  A rainha estava a rir-se com uma rapariga e o duque também se estava a rir”, disse. O motivo do riso confirma-se: um ataque de abelhas junto da plateia.

As fotografias do momento podem ser consultadas no próprio artigo da BBC, onde se verifica que, de facto, o evento foi atacado por  aqueles insetos.

Conclusão

Não é verdade que o Príncipe Filipe, que morreu aos 99 anos esta semana, tenha pregado uma partida à Rainha Isabel II, durante uma cerimónia em 2003. A fotografia partilhada no Facebook por diversas vezes, é, de facto, verdadeira, mas esconde um contexto ligeiramente diferente: a poucos metros de onde o casal real se encontrava, surgiram várias abelhas que acabaram por atrapalhar o evento. O fotógrafo da Associated Press Chris Young, o único presente no local, registou o momento e confirmou essa versão da história à BBC. Já o fact-checker norte-americano Snopes, também desmentiu esta publicação, demonstrando capas de jornais da altura, onde se confirma o tal ataque daqueles insetos, que originou uma reação cómica junto do casal real.

Segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

ENGANADOR

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

PARCIALMENTE FALSO: as alegações dos conteúdos são uma mistura de factos precisos e imprecisos ou a principal alegação é enganadora ou está incompleta.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge