Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A GameStop é uma empresa que vende videojogos e equipamentos associados em lojas. Este modelo de negócio em lojas, apesar de fazer sentido e de ter sido extremamente lucrativo nos anos 90 e 2000, apresenta-se hoje como uma atividade em decadência, sendo feita maioritariamente online. As 13 lojas que a GameStop tinha em Portugal fecharam em 2012. Contudo, este mês, as ações valorizaram 2000% (leu bem, dois mil por cento!). A história por trás desta valorização assenta numa batalha entre amadores e gigantes de Wall Street e envolve três temas: a comunidade Wall Street Bets, os fundos de investimento e a venda a descoberto (short selling).

Começamos pela venda a descoberto. A venda a descoberto consiste em lucrar com a descida de preços. Parece contra-intuitivo, mas é fácil de explicar. Imagine que tem uma reunião para a semana, em que é necessário levar gravata, daquelas gravatas que custam 100 euros. Sabe que, pelo andar da carruagem, o preço das gravatas irá descer nos próximos dias. A última coisa que ia pensar fazer era comprar uma gravata hoje, dado que podia simplesmente esperar pelo dia de amanhã e comprá-la a um preço mais baixo. Quem não pode esperar é o seu amigo que precisa de uma gravata hoje para a reunião dele e está com dificuldade em encontrá-la. Como pode lucrar com esta situação e ajudar o seu amigo ao mesmo tempo? A resposta é simples: vamos pedir uma gravata emprestada a quem não precisa dela agora e vamos vendê-la ao amigo por 100 euros. Ao vender a gravata emprestada, ficamos com 100 euros na mão e o dever de devolver uma gravata a outra pessoa daqui a uma semana. Quando esse alguém nos pede a gravata de volta, vamos comprar uma gravata igual para lhe dar. Como o preço desceu, estando agora nos 50 euros, conseguimos comprar a gravata a metade do preço original. Finalmente, devolvemos a gravata a quem nos emprestou. Com quanto dinheiro ficámos? Recebemos 100 euros do nosso amigo e comprámos uma gravata por 50 euros. Lucrámos 50 euros! Tivemos sorte, a informação de que o preço das gravatas ia descer verificou-se.

O que aconteceria se a informação estivesse errada? Nesse caso, quando fosse necessário devolver uma gravata, teríamos de a ir comprar a um preço mais caro do que o dinheiro que o nosso amigo nos deu. Nesta situação, íamos perder dinheiro. Se as gravatas passassem a custar 150 euros, iríamos perder 50 euros. Se custassem 200 euros iríamos perder 100 euros. Quanto mais o preço aumentasse, mais dinheiro perdíamos. Aqui vemos porque é que a venda a descoberta é tão perigosa: os lucros são limitados (se conseguíssemos uma gravata grátis, ganharíamos, no máximo, 100 euros), enquanto que as perdas podem ser, em princípio, infinitas.

A venda a descoberto é um tipo de operação muito utilizada no mercado de ações. Aqui, existem milhões de compradores e vendedores a operar diariamente com informações variadas, muitas vezes especulativa. Caso alguém acredite que uma ação vai descer no futuro, tal como na nossa história da gravata, basta encontrar duas pessoas: alguém que queira comprar e alguém que esteja disposto a emprestar. Estando reunidas estas condições, dá-se lugar à venda a descoberto. Este jogo tem, até há pouco tempo, sido jogado apenas por investidores sofisticados, como aqueles que gerem fundos de investimento ou fundos de cobertura de risco (hedge funds). De modo a obter o máximo de retorno no dinheiro que gerem, estes investidores procuram ativamente negócios em expansão, comprando ações na esperança de que elas subam, ou negócios em declínio, praticando a venda a descoberto. Foi precisamente isso que aconteceu com a GameStop. Com o advento da pandemia e o declínio de compras em lojas físicas, esta parecia uma empresa em declínio. Os investidores, prevendo uma descida das ações, jogaram o jogo da venda a descoberto. No momento em que este texto é escrito, existem 4660 milhões de dólares, cerca de 72 milhões de ações da GameStop, presas em contratos de venda a descoberto.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Introduzimos na nossa história da gravata uma nova personagem: o vizinho. O vizinho apercebe-se que esta história de andar a pedir gravatas emprestadas cheirava a esturro e decide investigar. Ele apercebe-se do esquema e decide sabotá-lo. Afinal, não parece ser justo que conhecimentos secretos sobre o mercado de gravatas o ajudem a ganhar dinheiro, enquanto ele tem de sair de casa todos os dias para trabalhar e merecer um salário. Sabendo que na semana seguinte você terá de devolver mais gravatas, o seu vizinho consegue fazer uma campanha a nível mundial sobre gravatas portuguesas, aumentando o seu valor do dia para a noite. Uma gravata que custava 100 euros ontem, custa hoje 1000 euros.

E agora? Vendo este frenesim todo, você decide comprar todas as gravatas que está a dever antes que os preços subam ainda mais. Mas com tanta procura, não está a ser fácil. Só no último minuto é que consegue comprar as gravatas que faltavam, mas a um preço exorbitante de 10 mil euros. Teve de pedir um empréstimo, hipotecar a casa e vender o carro. E o seu vizinho? Ele, sabendo que a campanha internacional iria levar a um aumento do preço das gravatas, comprou-as no início a 100 euros e, no último minuto antes do fim do seu empréstimo, conseguiu vendê-las a si por 10 mil euros, lucrando com o seu prejuízo. Este fenómeno é intitulado de short squeeze (ou liquidação forçada de vendas a descoberto).

É exatamente isto que uma comunidade na internet, denominada Wall Street Bets, decidiu fazer aos fundos de investimento. Esta comunidade pode ser encontrada no fórum r/wallstreebets do reddit, uma rede social online onde os utilizadores são, por norma, anónimos. Vista normalmente como um local de frenesim, com utilizadores a publicarem lucros exponenciais e perdas financeiras de uma vida, a Wall Street Bets é descrita pelos próprios como um conjunto de amadores com um terminal financeiro à frente. Aliás, muitas das suas publicações incluem palavras como YOLO (you only live once), mostrando que muitos dos investimentos que fazem são mais emocionais do que racionais.

Notando que a GameStop estava a ser alvo de uma enorme quantidade de vendas a descoberto, esta comunidade de três milhões e meio de utilizadores decidiu agir. Comprando ações da GameStop em massa, a Wall Street Bets conseguiu subir o preço das ações o suficiente para disparar o alarme em muitos fundos de investimento. De 40 dólares a 21 de Janeiro, as ações da GameStop subiram até uns fascinantes 370 dólares a 27 de Janeiro. Esta subida foi de tal modo inesperada, que o mercado de valores central de Nova Iorque teve de parar temporariamente, a 25 de janeiro, a compra e venda destas ações nove vezes. Este aumento brutal, como sabemos, prejudica imenso os investidores que jogaram o jogo das vendas a descoberto. Vários fundos de investimento vieram a público, criando uma situação de confronto financeiro entre o pequeno e o grande investidor. Do lado do Wall Street Bets, o jogo continua. Outras ações vistas como ações em queda e propícias à venda a descoberto, tal como a cadeia de cinemas AMC, valorizaram 300% num só dia enquanto que o mercado, como um todo, desceu.

Quem ganhará neste confronto? Tudo depende de quem conseguir prever o pico. Quem vender, ganha. Quem comprar, perde.