Se há datas especiais no curso de uma vida, são os dias de aniversário dos que nos são particularmente queridos. Gravamos para sempre o dia do seu nascimento, mas também dificilmente esquecemos o dia em que partem deste mundo. Quem tem apenas a experiência de ser filho, guarda as datas dos pais e dos irmãos, entre muitos outros, mas quem passou pela experiência de ser pai sabe que é impossível apagar o momento do nascimento de um filho. E é a esse dia que voltamos ano após ano, a transbordar de alegrias e nostalgias.

As mães e pais que cuidaram e cuidam dos seus filhos, que os amam e os ajudam a crescer, que os veem sair de casa e, tantas vezes, voltar para ficarem mais uns tempos, que os ajudam a criar a sua própria descendência, celebram o aniversário de cada filho com um suplemento de felicidade que nasce da gratidão por existirem, mas também por tudo o que recebem deles ou através deles.

Sabemos que por cada filho que nasce, nasce também um pai e uma mãe. Mesmo que haja mais filhos em casa, os pais renascem com cada um e isso é fabuloso, pelos cúmulos e cúmulos de memórias únicas, pelas coisas que são absolutamente de cada um, pelas naturezas e feitios irrepetíveis, e também por tudo o que cada filho ou filha ‘desmancha’ em nós, sejam as expectativas do filho-ideal, sejam as ‘peças’ de que somos feitos, que eles tantas vezes nos obrigam a desencaixar e a encaixar de novo, só para os conseguirmos perceber e sabermos educar de forma ajustada às suas personalidades.

Cada família é uma nação, diz uma grande amiga minha. Não me canso de repetir a frase nem de fazer minha a sentença por ser incrivelmente real, mas também por poder ser milimetricamente conferida no quotidiano. Cada família é uma nação com território próprio, numa geografia que encerra relações de vizinhança, fronteiras e regras, códigos de conduta e valores que são absolutamente (por vezes também absurdamente) singulares.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.