Laurinda Alves

Colunista

lalves@observador.pt
Universidades

Viver no campus /premium

Laurinda Alves

Este novo campus da Nova SBE é um marco no país. Portugal e a marca portuguesa são mais ricos porque esta e outras boas universidades existem, mas a construção deste campus é uma aula cheia de lições.

519
Tailândia

O treinador /premium

Laurinda Alves

Presto a minha homenagem a este jovem treinador, que também eu gostava de abraçar e agradecer por ter salvo a vida dos 12 rapazes muito antes de eles terem sido resgatados e trazidos para a superfície

3.924
Eutanásia

Hoje é o dia /premium

Laurinda Alves

Mais tarde ou mais cedo todos seríamos elegíveis para sermos eutanasiados. Deputados e filhos dos deputados, bem como os seus pais, familiares e amigos incluídos. É arrepiante, não é?!

3.690
1 de maio

Dia do Trabalhador. Pago.

Laurinda Alves

Ser “convidado”, mesmo a ser voluntário à força, até pode ser honroso. O problema é descobrir que não contam com a nossa indisponibilidade e ficam magoados quando dizemos que nos é mesmo impossível.

601
Desporto

Ganchinho no seu Everest

Laurinda Alves

Há e haverá sempre tempo para parar e ver outros protagonistas, outros vencedores. Nesta lógica e com este sentido hoje escrevo sobre o Diogo Ganchinho e os atletas que estiveram em Baku.

716
Robótica

Sophia & Sophia

Laurinda Alves

O futuro pode ser um tempo em que haverá mais humanoides como Sophia, mas o que esse cenário me diz é o mesmo que dizia a Sophia poeta: a nós, seres humanos, cabe-nos ser cada vez mais humanos.

251
Terrorismo

Je suis Arnaud

Laurinda Alves

Sou Arnaud Beltrame por me identificar com os seus valores humanos e reconhecer neste homem, e nos seus actos, a bravura e a coragem necessárias para fazer frente aos extremistas que espalham o terror

596
Filosofia

Reféns da lógica “ou-ou”

Laurinda Alves

As ideias de cada um são preciosas para cada um, mas não são toda a realidade nem são as únicas ideias válidas ou boas. Além disso a natureza humana é complexa e ninguém é só uma coisa “ou” só outra. 

165
Filhos

O valor acrescentado do Bernardo

Laurinda Alves

Para o comum dos mortais adoptar uma criança com apenas meio por cento de capacidades seria impensável, sobretudo tendo já 4 filhos menores em casa. Mas nem a Carmo nem o Rui tiveram medo de arriscar.

199
Envelhecimento

O verbo enviuvar

Laurinda Alves

Olho à minha volta e vejo que os que não se isolam nem se fecham para o mundo, os que se deixam ajudar e visitar, são aqueles que acolhem com realismo os altos e baixos que todos os lutos comportam.

4.524
Morte

Um amigo

Laurinda Alves

A morte de um amigo tira as dúvidas sobre a certeza da brevidade da vida. Tudo passa tão depressa, é tão efémero, que após o seu último dia sabemos ser intoleráveis todos os momentos que desperdiçamos

5.074
Redes Sociais

Hatebook

Laurinda Alves

Muitos haters gastam diariamente horas infinitas a ler tudo o que escrevem as pessoas que odeiam. Não lhes escapa uma linha pois sabem que não lhes pode escapar a oportunidade do seu instante de fama.

327
Amizade

Destrói os teus amigos?

Laurinda Alves

Slogans a fingir que tudo é brincadeira parecem inofensivos, mas que diríamos de slogans do tipo “ateia fogo na tua casa”, “destrói os teus pais”, “dá cabo dos teus avós”, “bate nos teus professores”?

470

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)