Dark Mode Wh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Laurinda Alves

Colunista

Artigos publicados

Cultura

Brotéria, o novo centro cultural de Lisboa /premium

280
O centro Brotéria, no Bairro Alto, muito fará pelo encontro entre fé e cultura. À nossa escala, será o primeiro centro que tanto abre as portas às pessoas do dia como às da noite. E isso é muito bom.
Justiça

Asfixio-te e dou-te pontapés sem intenção, querida /premium

358
Homens como este, que em vez de servir a justiça, favorece as injustiças, deviam ser julgados pelos critérios que aplicam e avaliados pelos danos que geram.
Cancro

Carta aos pais da Carolina Gil /premium

436
A morte de um filho é uma dor que o tempo não cura ou apaga, mas talvez possa vir algum consolo da certeza de que há vidas longas que não tocam tantas pessoas como as que a Carolina tocou e transformou.
Crónica

O casamento do meu melhor amigo /premium

593
Merecem ser muito felizes porque se cada um, sozinho, já fazia a diferença no mundo resgatando os mais frágeis, excluídos, carentes e doentes, juntos vão fazer uma verdadeira revolução.
Natal

Tempos difíceis /premium

885
No Natal sempre houve sofrimento agravado por lutos, falta de saúde, de dinheiro, de emprego, de sentido de pertença e do sentido de vida. Por isso somos convocados a estar atentos aos que mais sofrem
Acidente Rodoviário

Mortes ao volante, sem volante /premium

127
Bastava um instante para tudo mudar naquele filme e a cena ser de terror: se o autocarro tivesse desviado como todos os carros se desviaram, teria esmagado o rapaz.
Família

Madrastas ou mãe-drastas? /premium

192
Se em vez de madrasta e padrasto usarmos mãe-drasta e pai-drasto, talvez a coisa melhore. Passa pela ação e não só pela compreensão. Tem que ser acompanhado de palavras e gestos de ternura e aceitação
Cidades

O pior são as periferias existenciais /premium

107
Sempre que há deslocação massiva para a periferias, as relações de vizinhança e o espírito de comunidade no centro das cidades perdem força e torna-se mais difícil cultivar a ligação entre habitantes.
Deficiência

Medo do escuro? /premium

267
Numa sala totalmente às escuras, com a ajuda de uma bengala e de um guia, pudemos explorar o invisível e aprender a ver na escuridão. Através dos outros sentidos percebemos as rotinas de quem não vê.
Cultura

Cem anos, Sophia /premium

1688
Sophia detestava artificialismos e não sabia lidar com gente ardilosa. Obstinada, recusava-se a ir ao que a desinteressava, mesmo quando havia quem a quisesse homenagear ou um prémio para lhe entregar
Porto

Se fosse a Rosa Mota também não tinha ido! /premium

1633
Teria sido bonito ver a marca Super Bock celebrar a marca Rosa Mota. Não só não a valorizaram como a tentaram apagar. Pergunto como é que se apaga uma marca que está tatuada no coração dos portugueses
Violência

Um abraço desarma sempre? /premium

315
Sem saber o que se passou na escola de Lisboa, ver o vídeo do professor que abraça o jovem atirador até o conseguir desarmar faz pensar noutras estratégias para atacar a violência e conter a agressividade
IPSS

‘Cancro’ continua a ser uma palavra difícil /premium

560
Sábado mil pessoas caminharam para celebrar os 25 anos da Acreditar. Pais e filhos, amigos e familiares de crianças e jovens com cancro. Pessoas que viveram ou estão a viver um tempo altamente erosivo
Papa Francisco

Os indiferentes /premium

556
O Papa falou contra a indiferença num dia em que a abstenção atingiu um recorde: 45,5%. Uma esmagadora percentagem de cidadãos preferiram vestir o hábito dos indiferentes, afastar-se e passar ao lado.
Eleições Legislativas

Jovens contra a abstenção! /premium

390
Sublinho a imparcialidade do site por ser uma estratégia determinante para atingir os objetivos a que o Pedro e o Francisco se propõem: apelar ao voto informado e combater a abstenção.
Comportamento

Vivemos na casa dos horrores /premium

As casas dos horrores são todos os lugares e as ruas, todos os becos (e os paraísos) onde alguém resolve gravar, fotografar e devassar a intimidade em vez de proteger, respeitar, ajudar ou resgatar.
Trabalho

Ficção coletiva, diz Nadim /premium

Começar reuniões a horas e aprender a dizer mais coisas em menos minutos é uma estratégia que permite inverter a tendência atual para ficarmos mais tempo do que é preciso no local de trabalho.
Comportamento

Cuidado com o comparativismo! /premium

152
Nunca poderemos dizer que a comparação entre pessoas leva à depressão e, ainda menos, ao suicídio, mas é vital ter a noção de que a comparação leva fatalmente à auto depreciação.
Igreja Católica

Querido Padre Tolentino /premium

812
Todos os que conhecemos e amamos Tolentino, que o lemos e ouvimos, todos os que o admiram e respeitam, mesmo sem professarem a sua fé, recordamos momentos de simplicidade e elevação protagonizados por ele
Solidariedade

O tempo, esse grande escultor /premium

120
Cuidar melhor dos outros, ser progressista, cultivar a abertura à diversidade e aceitar ideias divergentes, encontrando o tom certo para o debate, mas também para a ação, é muito difícil. Para todos.
A página está a demorar muito tempo.