Logo Observador
Aviação

Companhia aérea brasileira Azul anuncia rota direta para Lisboa

A companhia aérea Azul, propriedade de David Neeleman, um dos donos da TAP, anunciou esta quarta-feira que terá voos diretos para Lisboa a partir de maio.

ANTONIO LACERDA/EPA

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras anunciou esta quarta-feira que terá voos diretos para Lisboa a partir de maio, os quais serão a sua primeira rota do Brasil para a Europa.

A empresa, propriedade de um dos acionistas da TAP, David Neeleman, informou, em comunicado, que já enviou às autoridades aeroportuárias brasileiras e portuguesas o pedido de autorização para a operação. A Azul também apontou que será a única empresa brasileira a operar voos sem escalas para Portugal.

“Estudamos constantemente nossa malha de voos e identificámos essa oportunidade pela grande conectividade no Brasil e na Europa”, explicou Antonoaldo Neves, presidente da Azul.

Segundo Neves, os voos para a capital portuguesa sairão de várias cidades brasileiras com conexão no aeroporto de Viracopos, que fica na cidade de Campinas, no estado de São Paulo.

De Lisboa, haverá ligações para várias regiões da Europa por meio de um acordo de codeshare firmado entre a Azul e a TAP.

Em junho do ano passado, o consórcio Atlantic Gateway, liderado pelo empresário português Humberto Pedrosa, da HPGB, e por David Neeleman, fundador da Azul, venceu o processo de privatização da TAP e adquiriu 61% das ações da aérea portuguesa.

A Azul já mantém rotas internacionais do Brasil para Miami e Orlando, nos Estados Unidos, e Caiena, na Guiana Francesa.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Itália

O referendo anti-Renzi e a União Europeia

André Azevedo Alves

O que é porventura distintivo no actual contexto da UE é que as suas contradições internas e pouca robustez institucional levam as elites dirigentes a tremerem perante toda e qualquer consulta popular