Logo Observador
Bloco de Esquerda

Adoção por casais homossexuais: BE celebra com cartaz polémico

14.261

O Bloco de Esquerda decidiu lançar uma campanha para celebrar a aprovação da lei que permite a adoção por casais do mesmo sexo. O polémico cartaz lembra que "Jesus também tinha 2 pais".

Este o cartaz do Bloco de Esquerda

Retirada da conta de Facebook do site "Esquerda.net"

“Jesus também tinha 2 pais”. Esta é a frase que, acompanhada de uma imagem de Jesus Cristo, compõe o polémico novo cartaz do Bloco de Esquerda (BE), que o lançou para comemorar a aprovação da lei dedicada à adoção por casais do mesmo sexo. A aprovação, confirmada no passado dia 10 de fevereiro, ocorreu depois de uma votação anterior do diploma, que o Presidente da República, Cavaco Silva, vetou num primeiro momento e que por isso teve de regressar ao parlamento para nova votação.

Novo cartaz do Bloco | 10.02.2016Parlamento termina com a discriminação na Lei da Adoção.

Publicado por Esquerda Net em Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2016

O novo cartaz é acompanhado de um novo (e menos polémico) outdoor, publicado também na conta de Facebook do Esquerda.net, a página oficial do BE na internet. No outdoor surge a imagem de várias famílias (monoparentais e compostas por casais homossexuais e heterossexuais).  Abaixo, em destaque, surge a palavra “igualdade”.

Novo outdoor do Bloco.

Publicado por Esquerda Net em Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2016
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Pedro Passos Coelho

Antirracismo: uma patologia necrófila

Gabriel Mithá Ribeiro

Os heróis multiplicam-se porque, como é habitual entre cobardes, o fenómeno histórico do racismo deixou de existir nas sociedades maioritariamente brancas ocidentais. É apenas um cadáver em putrefação

Governo

Estado de calamidade

Manuel Villaverde Cabral
467

Continua tudo como dantes: o país está entregue ao clientelismo governamental, dependente do crescimento externo e condenado à dívida. Esta é que é a calamidade que explica as outras calamidades.

Minorias

Todos contra todos

Alexandre Homem Cristo

Não perceber que a fragmentação social está a ser alimentada pela direita e pela esquerda, através de políticas de identidade, é não entender o problema. E, claro, para ele não poder encontrar solução