PSD

General Loureiro dos Santos, CEO de empresa da Mota-Engil e ex-ministros entre os novos conselheiros de Passos

421

O general Loureiro dos Santos, ex-governantes do PSD, um ex-bastonário dos Médicos e um CEO do grupo Mota-Engil entre os 25 membros do Conselho Estratégico, que tem esta segunda a primeira reunião

Leonardo Negrão / Global Imagens

Pedro Passos Coelho tem um novo Conselho Estratégico para o aconselhar sobre o rumo do partido e do país. Os novos conselheiros do presidente do PSD são 25 personalidades de “reconhecido mérito”, que incluem vários académicos, o general especialista em assuntos militares Loureiro dos Santos e vários governantes como o ex-ministro de Passos Rui Medeiros e dois ex-ministros de Durão Barroso: António Martins da Cruz (Negócios Estrangeiros) e David Justino (Educação).

Muitos dos membros são, no entanto, independentes. Embora o grupo integre também ex-deputados e ainda antigos secretários de Estado de Cavaco Silva e Durão Barroso como Abílio Morgado, Dulce Franco, Fernando Bianchi de Aguiar ou Maria do Céu Ramos. Fica assim conhecida a nova composição do Conselho de Estratégico, que é uma espécie de Conselho de Estado do partido, estando para a presidência do PSD, como o Conselho de Estado está para a Presidência da Republica.

De acordo com os estatutos sociais-democratas, o Conselho Estratégico é um “órgão de aconselhamento no que toca às grandes questões nacionais“, tendo “natureza consultiva” e que “funciona junto do presidente da Comissão Política Nacional“. O órgão é presidido por José Matos Correia e teve esta segunda-feira à tarde a sua primeira reunião.

A meio da reunião o presidente do órgão, José Matos Correia, lembrou que o Conselho Estratégico “já não funcionava há bastantes anos” e que o presidente do partido decidiu repor de forma a “refletir sobre desafios internos e internacionais”. O tema da primeira reunião foi precisamente a “análise da situação interna e internacional” e, até ao momento, os conselheiros já tinham discutido, a nível internacional, o Brexit, a vitória de Trump nas eleições dos EUA e o resultado do referendo e consequente demissão de Matteo Renzi em Itália. A nível nacional, a tónica estava na “falta de investimento” do país e de como combater essa situação.

José Matos Correia destacou o facto da maioria dos membros do Conselho Estratégico serem de “fora da política” e poderem ter “inteira liberdade de pensamento” e que podem dar “contributos” para a estratégia do partido, mesmo que as eleições, como lembra o social-democrata, ainda estão longe.

Este conselho pretende dar assim ao PSD uma “perspetiva arejada” e significa, no entender de Matos Correia, a “abertura do partido à sociedade civil”, algo que os políticos “passam a vida a dizer”, mas que “acaba por ser esquecida”.

Quem são os 25 conselheiros?

Ao todo são 25 nomes, aos quais o Observador teve acesso e que incluem figuras de várias áreas, como o ex-bastonário da Ordem dos Médicos, Pedro Nunes, a atual presidente do Conselho de Enfermagem da Ordem dos Enfermeiros, Ana Fonseca, o CEO da Mota-Engil Engenharia, Horácio Sá, bem como vários professores universitários, incluindo alguns que participaram na elaboração do programa eleitoral de PSD e CDS nas últimas legislativas. Seguem breves currículos dos 24 membros (a que se soma José Matos Correia), cedidos ao Observador por fonte social-democrata:

Abílio Morgado

Advogado. Licenciado em Direito pela Universidade Católica Portuguesa (Lisboa). Consultor do Presidente da República para os Assuntos de Segurança Nacional (2006-2014). Secretário de Estado da Administração Educativa do XV Governo Constitucional. Secretário de Estado da Defesa Nacional do XII Governo Constitucional. Foi Administrador de várias empresas, com destaque para a SONAE Turismo e a TAP, bem como Diretor para as Relações Internacionais da EXPO 98.

Ana Fonseca

Enfermeira. Professora Coordenadora da Escola Superior de Enfermagem São João de Deus da Universidade de Évora, na qual obteve o título de Especialista. Mestre em Ciências da Enfermagem pela Universidade Católica Portuguesa. Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica pela Ordem dos Enfermeiros. Presidente do Conselho de Enfermagem da Ordem dos Enfermeiros.

António Fidalgo

Professor Catedrático na área das Ciências da Comunicação da Universidade da Beira Interior, da qual é Reitor. Bacharel em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Mestre e Doutor em Filosofia pela Universidade de Wurzburg (com equivalência concedida pela Universidade Católica Portuguesa). Lecionou na Universidade de Bamberg, na Universidade Católica Portuguesa, na Universidade Federal da Bahia e na Universidade de Santiago de Compostela.

António Martins da Cruz

Embaixador (na reforma). Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Foi Ministro dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades Portuguesas do XV Governo Constitucional, Embaixador de Portugal em Madrid e Representante Permanente junto da NATO e assessor diplomático do Primeiro-Ministro (1985-1995).

António Murta

Gestor. Licenciado em Engenharia de Sistemas pela Universidade do Minho, possui um MBA pelo Instituto Superior de Estudos Empresariais e concluiu o AMP (Advanced Management Programme) no INSEAD. Administrador executivo da Pathena (empresa de capital de risco). Sócio fundador de várias empresas da área das tecnologias de informação. Diretor Não Executivo da COTEC Portugal.

Dália Costa

Professora Auxiliar no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Licenciada em Política Social no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Pós-graduada em Ciências Criminais pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde (Sul). Mestre em Sociologia pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Doutora em Sociologia da Família pela Universidade Aberta. É Vice-Presidente do Centro Interdisciplinar de Estudos de Género, Investigadora do Centro de Administração e Políticas Públicas e membro do Conselho Consultivo da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

David Justino

Professor associado com agregação em Sociologia na Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Nova de Lisboa. Licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Economia. Doutorado em Sociologia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. É Presidente do Conselho Nacional de Educação. Foi Assessor para os Assuntos Sociais do Presidente da República (1996-2006), Ministro da Educação do XV Governo Constitucional e Deputado à Assembleia da República (1999/2002 e 2004/2005). Lecionou na Universidade de Évora, no Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa e no Instituto Superior de Economia.

Diogo de Lucena

Professor Catedrático da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa. Licenciado em Engenharia Eletrotécnica pelo Instituto Superior Técnico. Mestre e Doutor em Engenharia de Sistemas pela Universidade de Stanford. Foi professor do Instituto Superior Técnico e Professor visitante da Universidade de Stanford, Vice-Reitor da Universidade Nova de Lisboa, Diretor do Programa de MBA da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa e Administrador da Fundação Calouste Gulbenkian.

Dulce Franco

Advogada. Especialista em direito societário, corporate finance e private equity. Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Membro do painel de árbitros da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Espanhola. Foi Secretária de Estado Adjunta do Ministro da Economia (2002-2003).

Fernando Bianchi de Aguiar

Consultor e Professor Associado com agregação na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (aposentado). Licenciado em Engenharia Agronómica pelo Instituto Superior de Agronomia. Doutor em Engenharia Agrícola pela UTAD. Foi Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural do XV Governo Constitucional, Presidente do Instituto do Vinho do Porto, Presidente da Association Universitaire Internationale du Vin et des Produits de la Vigne e Presidente (em representação de Portugal) da Organisation Internationale de la Vigne et du Vin.

José Loureiro dos Santos

General de 4 estrelas (na reforma). Tem o Curso de Estado-Maior do Exército Português e o Curso de Comando e Estado-Maior do Exército Brasileiro (correspondente ao doutoramento em Ciências Militares – Aplicações, Planeamento e Estudos Militares). Foi Vice-Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas e Chefe do Estado-Maior do Exército. Foi membro do Conselho da Revolução. Foi Professor do Instituto de Altos Estudos Militares e do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. É membro da Academia de Ciências de Lisboa.

Horácio Sá

Gestor. CEO da Mota-Engil Engenharia, SA. Licenciado em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Detentor de um MBA lecionado conjuntamente pela Universidade Católica, pela Universidade Nova de Lisboa e pelo MIT. Foi diretor de engenharia da Ascendi.

João Borges Assunção

Professor Associado da Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidade Católica Portuguesa, onde coordena o Núcleo de Estudos de Conjuntura da Economia Portuguesa. Licenciado em Gestão pela Universidade Católica Portuguesa. MBA na Universidade Nova de Lisboa. Doutor em Gestão pela UCLA. Consultor Económico do Presidente da República (2006-2016). Assessor Económico do Primeiro-Ministro (2002-2005). Foi CEO da Fundação Vodafone e Professor da Universidade da Columbia.

Jorge Bravo

Professor da NOVA Information Management School. Licenciado em Economia pela Universidade de Évora, Mestre em Economia Monetária e Financeira pelo ISEG e Doutor em Economia pela Universidade de Évora. É Professor convidado da Universidade de Paris-Dauphine (Paris IX). Foi Professor da Universidade de Évora e do ISEG. Coordena o ORBIS – Observatório de Riscos Biométricos da População Segura em Portugal da Associação Portuguesa de Seguradores. É consultor do INE e membro do BBVA Pensions Institute (Madrid).

Jorge Campino

Professor da Universidade de Aveiro, da Universidade Portucalense e da Porto Business School. Técnico Superior do Instituto de Segurança Social. Licenciado em Economia e em Gestão e Administração de Empresas pela Universidade Católica de Lisboa. Mestre em Finanças pela Universidade Portucalense. Doutorado em Economia pela Universidade de Aveiro. Foi Vice-Presidente do Instituto da Segurança Social (2015-2016), Diretor do Centro Distrital de Segurança Social de Aveiro (2002-2005), Presidente do Conselho Diretivo do Centro Regional de Segurança Social da Região Centro (1993-1996) e Presidente do Conselho Diretivo do Centro Regional de Segurança Social de Aveiro (1992-1993).

Luís Correia da Silva

Empresário. Diretor executivo da TT – Thinktur. Vice-Presidente da Confederação do Turismo Português. Licenciado em Agronomia pelo Instituto Superior de Agronomia. Mestre em Economia pelo ISEG. Pós-graduado em Comércio Internacional pela École de Commerce Solvay da Universidade Livre de Bruxelas. Foi Secretário de Estado do Turismo do XV Governo Constitucional. Foi Vice-Presidente do ICEP, Administrador executivo da Lusotur e do Grupo André Jordan, Administrador não executivo da TAP, Vice-Presidente do Conselho de Administração da Air Macau e Presidente do Conselho de Administração da Groundforce. É Professor Convidado do mestrado em Economia da School of Business and Economics da UNL.

Luís Filipe Reis

Gestor. Chief Corporate Center Officer da SONAE e CEO da SONAE Financial Services. Professor Associado Convidado da Faculdade de Economia da Universidade do Porto. Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. MBA pela Porto Business School da Universidade do Porto. Doutor em Ciências Económicas e Empresariais pela Universidade Complutense de Madrid. Foi CEO da Optimus, Presidente da Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição e Presidente da APRITEL.

Luís Valadares Tavares

Professor Catedrático do Instituto Superior Técnico (Investigação Operacional e engenharia de sistemas) e Professor Convidado da Escola de Economia e Gestão da Universidade Católica Portuguesa. Licenciado em Engenharia Civil pelo IST. Mestre em Investigação Operacional pela Universidade de Lancaster. Doutorado em Engenharia pelo IST. Presidente do Observatório de Prospetiva da Engenharia e da Tecnologia e da Associação Portuguesa dos Mercados Públicos. Foi Diretor-Geral do Gabinete de Estudos e Planeamento do Ministério da Economia, Gestor do PRODEP, Diretor do Programa de Informatização das Escolas do Banco Mundial, Vice-Presidente do Conselho de Educação da OCDE e Presidente do Instituto Nacional de Administração.

Manuel Meirinho Martins

Professor Catedrático do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (na área da Ciência Política), instituição de que é Presidente. Licenciado em Comunicação Social, Mestre e Doutorado em Ciência Política pelo ISCSP. Foi Deputado à Assembleia da República (2011/2012).

Maria do Céu Ramos

Jurista. Secretária-Geral da Fundação Eugénio de Almeida. Licenciada em Direito pela Universidade de Lisboa. MBA pela Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidade Católica Portuguesa. Pós-Graduação em “Corporate Creativity e Innovative Management” pelo IADE. Exerceu advocacia. Foi Deputada à Assembleia da República (1995-1997 e 1999-2001). Foi Secretária de Estado da Juventude do XII Governo Constitucional.

Pedro Nunes

Médico. Licenciado em Medicina e Mestre em Ciências Morfológicas pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa. Especialista em Oftalmologia e em Gestão de Sistemas de Saúde pela Ordem dos Médicos. Assistente hospitalar de Oftalmologia. Foi Bastonário da Ordem dos Médicos, Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Algarve e assistente da Faculdade de Ciências Médicas.

Rui Medeiros

Professor Associado, com agregação, da Universidade Católica Portuguesa, instituição onde concluiu a sua licenciatura, o mestrado e o doutoramento. Advogado. Foi Diretor da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa, Professor Convidado da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e do Instituto de Altos Estudos Militares. Ministro da Modernização Administrativa do XX Governo Constitucional. Presidiu à Comissão de Monitorização do Regime do Arrendamento Urbano e do Grupo de Trabalho que elaborou a proposta de Código dos Contratos Públicos.

Susana Afonso

Advogada. Especialista em questões de Direito do Trabalho e Direito da Segurança Social. Licenciada em Direito pela Universidade Lusíada de Lisboa. Membro da European Employment Lawyers Association.

Teresa Albuquerque

Gestora. Licenciada em Comunicação Social pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Mestre em Gestão de Projetos Culturais pela Dijon Business School. Membro do Conselho de Administração da Fundação da Casa de Mateus. Vice-Presidente do Instituto Internacional da Casa de Mateus. Foi consultora da Agência Europeia para a Educação, o Audiovisual e a Cultura, membro do Grupo de Peritos de Alto Nível para a Europa Criativa e Adjunta para a Cultura do Primeiro-Ministro (XIII Governo Constitucional).

Teresa Gamito

Consultora. Licenciada em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico. Pós-graduada em Ordenamento do Território pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. MBA pela Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais pela Universidade Católica Portuguesa. Doutorada em Gestão Multidisciplinar da Paisagem (Instituto Superior de Agronomia/Universidade de Évora/Universidade dos Açores). Assessora do Primeiro-Ministro para o Ambiente, Território e Transportes (2003-2005). Vice-Presidente do Instituto da Conservação da Natureza (2002-2003).

Uma ideia que vem do Congresso

Passos Coelho decidiu reativar o Conselho Estratégico do PSD no último congresso do partido, em abril deste ano e escolheu para presidir ao órgão o até então seu vice-presidente (deixou de ser nessa reunião magna dos PSD), José Matos Correia. Mais tarde, equiparou-o a vice-presidente e, além disso, Matos Correia tem participado em todas as reunião do órgão de cúpula do partido: a Comissão Política Permanente.

De acordo com os estatutos do Conselho Estratégico — aprovados no Conselho Nacional de 20 de julho — terá também como atribuição “elaborar relatórios ou pareceres a solicitação” do presidente do partido. Este organismo irá funcionar “em plenário ou em grupos de trabalho especializados, sempre o tratamento de matérias específicas o justifique”.

Com a primeira reunião, fica assim efetivada a reativação do Conselho Estratégico, um organismo que não tinha influência desde a presidência de Marques Mendes. Ou seja: há mais de dez anos. De acordo com os estatutos do PSD, o Conselho Estratégico “integra personalidades de reconhecido mérito, e competência, militantes do PSD ou independentes, e destina-se a aconselhar o presidente do partido no que toca às grandes questões nacionais.”

A escolha dos membros deste órgão é estatutariamente da responsabilidade do líder, mas neste caso foram propostos por Matos Correia. No tempo de Marques Mendes (2005) foram escolhidos verdadeiros pesos pesados e integraram o conselho nomes de dentro e fora do partido como Ângelo Correia, António Nogueira Leite, Carlos Pimenta, Eduardo Catroga, João de Deus Pinheiro, João Lobo Antunes ou José Pacheco Pereira.

(Artigo atualizado às 17h33, com declarações de José Matos Correia, a meio da reunião do Conselho Estratégico)

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rpantunes@observador.pt
Autárquicas 2017

As eleições de André Ventura

Rui Ramos

Não há no que André Ventura afirmou qualquer vestígio de “racismo” ou “xenofobia”. Mas este Verão, a nossa oligarquia política precisava de inventar um Trump de palha, desse por onde desse.  

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site