O jogador do Uruguai Luis Suárez foi suspenso por nove jogos da seleção nacional e por quatro meses de todos os restantes jogos e de “qualquer atividade relacionada com futebol”, ficando já impedido de jogar no sábado contra a Colômbia nos oitavos-de-final do Mundial. Suárez fica ainda proibido de frequentar estádios de futebol nesse tempo e terá de pagar uma multa de 100 mil francos suíços.

De acordo com a FIFA, Suárez violou os artigos 48 e 57 do código disciplinar da organização. Luis Suárez mordeu o ombro de um defesa italiano, Giorgio Chiellini, no jogo entre o Uruguai e a Itália na passada terça-feira. “Tal comportamento não pode ser tolerado em nenhum campo de futebol, e em particular não num Mundial, quando os olhos de milhares de pessoas estão postos nas estrelas”, lê-se no comunicado emitido pela FIFA.

A decisão do órgão máximo do futebol mundial não é ainda definitiva, pois o jogador ou a federação uruguaia ainda podem recorrer. O Liverpool, onde Suárez joga, também é afetado, porque o jogador falhará os primeiros nove jogos da próxima época. O clube inglês não tem, contudo, qualquer voto na matéria.

Segundo Paul Campbell, jornalista do Guardian, com esta decisão Suárez soma já 39 jogos de suspensão desde 2010, mas nunca viu um cartão vermelho neste quatro anos.