O número de turistas do exterior que visitou Pequim no ano passado diminuiu 10% em relação a 2012 devido em parte à poluição, segundo estatísticas oficiais citadas pela agência noticiosa Xinhua na segunda-feira.

A queda é atribuída a vários fatores, nomeadamente o abrandamento económico internacional, concorrência de outras cidades da região, valorização da moeda chinesa e “atmosfera poluída”.

No total, o número de turistas estrangeiros ou oriundos de Hong Kong, Macau e Taiwan que visitou a capital chinesa diminuiu para 4,5 milhões em 2013, menos 10% do que ano anterior, refere a Xinhua, citando o “livro verde” da Sociedade de Turismo de Pequim.

Pequim é uma das capitais mais poluídas do mundo.

Em janeiro de 2013, a cidade teve apenas cinco dias com sol, o que não acontecia há mais de meio século, e houve um dia em que a densidade de partículas PM2.5 na atmosfera chegou a atingir 900 microgramas por metro cúbico – 36 vezes mais do que o nível definido pela Organização Mundial de Saúde como “perigoso”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Há cerca de quatro meses, o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, disse que “o governo declarou guerra à poluição”, mas especialistas consideram que os resultados da nova política de defesa do ambiente vão demorar a aparecer.