O primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, afirmou hoje, em Díli, que, depois de Timor-Leste, a próxima presidência da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) deverá ser assumida por Cabo Verde, daqui a dois anos.

No final da X Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, realizada na quarta-feira, em Díli, não foi anunciada a próxima presidência desta organização.

Hoje, durante uma visita a uma escola, em Díli, Pedro Passos Coelho afirmou que a presidência timorense da CPLP iniciada agora “levará, daqui a dois anos, à nova presidência, que deverá ser assumida por Cabo Verde”.

O chefe do executivo PSD/CDS-PP fez esta afirmação num discurso perante membros da comunidade portuguesa residente em Timor-Leste, na Escola Portuguesa Ruy Cinatti, em Díli.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Depois de ter participado na X Cimeira da CPLP, Pedro Passos Coelho iniciou hoje uma visita oficial a Timor-Leste, que termina na sexta-feira.