A delegação palestiniana no Cairo terá aceite a proposta egípcia para um novo cessar-fogo de 72 horas com Israel na Faixa de Gaza, disse um porta-voz do Hamas à agência France Presse na Cidade de Gaza. A isso seguiu-se a aceitação por parte de Israel dos pressupostos desta trégua.

De manhã, a única reação era esta frase: “Há uma proposta para uma trégua de 72 horas que permitiria continuar as negociações. Essa proposta está a ser analisada”, disse Sami Abu Zuhri, acrescentando que a decisão palestiniana vai depender da “seriedade da posição israelita”. O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, tiha-se limitado a reforçar que Israel “não negoceia sob fogo”, ou seja, enquanto o Hamas continuasse a lançar ‘rockets’ contra território israelita.

Uma trégua anterior de 72 horas expirou na sexta-feira sem que israelitas e palestinianos tenham conseguido chegar a acordo para o prolongamento das negociações indiretas mediadas pelo Egito.