A probabilidade de deixar descendência é um fator que pesa, e muito, pelos vistos, na hora de os homens estabelecerem uma preferência em relação às mulheres. Um estudo revela uma unanimidade em relação à faixa etária, tenham eles que idades tiverem, preferem sempre as mulheres que estão na casa dos 20 anos. O mesmo estudo revela que a decisão final no que toca a escolher um parceiro sexual, cabe às mulheres, segundo os dados publicados na revista científica Evolution and Human Behavior.

Escolher o parceiro consoante a idade tem uma justificação evolutiva, segundo uma equipa de investigadores da Åbo Akademi University, na Finlândia. Homens e mulheres mostram diferentes preferências em relação à idade dos parceiros. Enquanto as mulheres escolhem parceiros da mesma idade ou um pouco mais velhos, os homens, independentemente da idade que tenham, tendem a escolher mulheres na casa dos 20 anos. A razão evolutiva para esta preferência masculina pode ter a ver com a idade mais fértil da mulher e a necessidade do homem aumentar a probabilidade de ter descendentes.

Contudo, a evolução também afetou o comportamento das mulheres, tornando-as mais seletivas do que os homens na escolha dos parceiros. O estudou conclui que elas conseguem mais vezes do que eles arranjar o parceiro que idealizaram, diminuindo a probabilidade de os homens terem sexo com quem querem. “No que toca ao acasalamento, as mulheres controlam o mercado”, lê-se no comunicado de imprensa.

O estudo envolveu mais de 12 mil finlandeses heterossexuais. O próximo passo será alargar o estudo a homossexuais e bissexuais.