Maria de Belém transmitiu hoje esta posição antes da reunião da Comissão Nacional do PS, que aprovará as datas de 29 e 30 de novembro para a realização do próximo congresso, que decorrerá em Lisboa, no Parque das Nações.

“Já transmiti ao doutor António Costa que não pretendo continuar” presidente do PS, declarou Maria de Belém aos jornalistas.

A ainda presidente do PS alegou que, nestes cargos partidários, “é sempre bom que haja renovação”.

“O resto é conversa privada entre mim e o doutor António Costa”, declarou.

Maria de Belém Roseira, ex-ministra dos governos liderados por António Guterres, foi eleita presidente do PS em setembro de 2011, sucedendo neste cargo a António de Almeida Santos.

Em termos de calendário, a Comissão Nacional do PS prepara-se para aprovar uma alteração à data das eleições primárias para o cargo de secretário-geral.

A proposta inicial apontava que as eleições primárias se realizariam apenas a 21 de novembro, mas agora a Comissão Nacional deve aprovar as datas de 21 e de 22 desse mês.

Apesar de as eleições diretas se prolongarem por dois dias, cada federação distrital escolherá entre 21 e 22 de novembro para as realizar.