Pisca para a esquerda e ultrapassagem pela direita. Foi assim que Leo Messi trocou as voltas a Cristiano Ronaldo e atingiu o recorde de Raúl González, que parecia estar prometido ao português. O canhoto do Barcelona bisou esta quarta-feira contra o Ajax (2-0) e atingiu os 71 golos do outro canhoto, o merengue, na Liga dos Campeões. Cristiano Ronaldo, que “só” tem 70 golos porque não contam aqueles em pré-eliminatórias (tem um, somaria 71), piscava o olho ao recorde do antigo número 7 blanco, mas não acertou com a baliza do Liverpool (1-0). Conclusão? Passadeira vermelha estendida para o argentino.

https://twitter.com/MessiStats/status/530117231754375168

A rivalidade é antiga, mas a cada dia que passa ganha novos contornos: o argentino precisou de menos jogos (90) do que Ronaldo (106) para chegar aos 71 golos — lá está, agora estamos a contar com o tal marcado na pré-eliminatória. Raúl fica longe, muito longe: foram necessários 139 jogos. É importante lembrar que Messi tem apenas 27 anos.

O jogador do Barça marcou pela sexta vez ao Ajax, mas até é Ronaldo o rei do golo contra os de Amesterdão, com sete. As balizas mais apetecíveis durante a caminhada goleadora do 10 blaugrana foram Milan (8), Ajax (6), Arsenal (6), Leverkusen (6), Spartak Moscovo (4) e Panathinaikos (4).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Segundo o Mundo Deportivo, Messi é o homem dos golos longe de casa na competição. O argentino marcou em 23 estádios diferentes, contra 22 de Cristiano Ronaldo. Raúl e Nistelrooy festejaram em 20 relvados longe do conforto caseiro e Henry em 18.

Em 2014, Messi conta com 36 golos e 19 assistências em 43 jogos. Xavi, o sucessor de Guardiola no meio-campo do Barcelona, continua rendido. “Messi marca a diferença, é o melhor”.