Pelo menos oito pessoas morreram na sequência da forte tempestade de neve que está a afetar a região nordeste dos Estados Unidos, segundo um novo balanço divulgado quarta-feira.

Seis das vítimas mortais foram registadas na região de Buffalo, a segunda cidade mais populosa do estado de Nova Iorque.

A forte queda de neve registada naquela região criou o caos nas estradas, com autocarros e carros bloqueados, e deixou milhares de norte-americanos sem eletricidade.

O governador do Estado de Nova Iorque, Andrew Cuomo, decretou o estado de emergência em cerca de uma dezena de municípios da zona noroeste daquele Estado e emitiu um alerta às populações.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Se estiverem num setor afetado pela tempestade, não vão para as estradas. Há e vai haver mais neve”, disse o governador.

Num período de 24 horas, a neve chegou a atingir um metro e meio de altura em alguns lugares.

Segundo as autoridades locais, nas áreas mais afetadas a neve poderá atingir em três dias cerca de 1,80 metros de altura.

Várias pessoas não conseguiram sair das próprias casas devido à neve, publicando fotografias impressionantes nas redes sociais.

Um autocarro que transportava uma equipa feminina de basquetebol da Universidade de Niagara ficou bloqueado durante várias horas numa estrada, antes de ser socorrido. Cerca de 150 carros foram abandonados pelos condutores numa autoestrada da região e 50 voos foram cancelados, durante o período da manhã, no aeroporto de Buffalo.

Várias estradas continuam fechadas, bem como escolas e centenas de lojas. Os funcionários considerados como não essenciais dos serviços administrativos locais foram convidados a ficar em casa.

O governador do Estado de Nova Iorque, que mobilizou a guarda nacional, informou ainda que 9.537 habitantes do Estado estão sem eletricidade.