Cantora, dançarina e atriz. Carreira, maternidade e sex appeal. Em entrevista à revista Complex, na edição de fevereiro-março, Jennifer Lopez fala abertamente sobre preocupações e ambições, tanto pessoais como profissionais. Mas são sobretudo as críticas que tem recebido, a propósito da forma sexy como se tem comportado nos últimos tempos, que dominam a entrevista. “Eu não posso ser sexy porque sou mãe? Como é que acham que eu tive os meus filhos?”, argumenta a mãe de dois perante as pessoas que já criticaram o vídeo “Booty” e que se questionaram sobre o que os seus filhos poderão dizer quando o virem.

O vídeo em questão foi lançado em meados de setembro do ano passado e conta com a participação da artista musical Iggy Azalea. Publicado no Youtube na mesma altura, já acumulou mais de 100 milhões de visualizações. Apesar da pergunta retórica, Lopez admite que não quer fazer nada que possa deixar, no longo prazo, os filhos embaraçados. “Mas, no final do dia, eles [os filhos] preocupam-se mais com o facto de eu estar presente, a tomar conta deles, do que se estou sexy num vídeo”. O mais importante, assegura, passa pela forma como se sente consigo própria.

Ainda em relação à imagem sexual que lhe está associada, a cantora esclarece que atuar ao lado de Iggy Azalea passa uma mensagem positiva às mulheres. “Estou ao lado de uma jovem de 24 anos e eu estou nos meus 40 e não há diferença. As mulheres precisam de ver isso e de sentir isso. Não podemos deixar que o medo do que as pessoas possam dizer ou pensar nos impeçam de fazer o que queremos”.

Na entrevista, Lopez fala ainda do que tem sido dito de mal sobre ela, num sentido mais amplo, ao longo dos anos. Motivo pelo qual se questiona se tal está relacionado com o facto de ser uma mulher, ou uma minoria, abordando o tema da igualdade de género. “É engraçado. Os homens são elogiados quando são bem-sucedidos (…) As mulheres são criticadas pela mesma razão. Eu não percebo isso”.

https://twitter.com/JLoGlobal/status/557970899887210496

Aos 45 anos, a carreira da atriz/cantora/dançarina não vê meio de abrandar. Em junho último, Lopez lançou o oitavo álbum de estúdio. Mas o sucesso também acontece em solo hollywoodesco, de tal forma que o site Complex escreve que a artista abriu um pouco o caminho para celebridades como Eva Mendes, Michelle Rodriguez e Zoe Saldana. O filme mais recente em que participa dá pelo nome “Um vizinho insuspeito” e chega às salas de cinema portuguesas em março deste ano. Trata-se de um thriller erótico ao estilo “Instinto Fatal”, ainda que os papéis estejam invertidos.