A Rússia acusa os Estados de quererem dominar o mundo, em resposta ao discurso do Estado da Nação de Barack Obama na noite de terça-feira nos EUA.

Barack Obama disse, perante o Congresso, que a “Rússia está isolada” e que a diplomacia norte-americana impediu se opôs à agressão russa à Ucrânia.

Em resposta, Sergei Lavrov, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, acusa os Estados Unidos de terem uma filosofia de confronto.

“Os americanos estabeleceram um rumo de confrontação. (…) O discurso de Obama ontem demonstra que só há uma coisa no centro da sua filosofia: ‘Somos o número um’… Só demonstra que os Estados Unidos querem dominar o mundo”, disse.