Ouviram-se “fortes aplausos” no fim do voo 1651 da Delta Airlines e, por certo, muitos suspiros de alívio. Tudo porque a porta do cockpit deixou de funcionar, o piloto ficou trancado do lado de fora e o co-piloto foi obrigado a fazer uma aterragem de emergência sem assistência. Com sucesso.

O avião MD-90 partiu de Minneapolis e teve de aterrar em Las Vegas, nos Estados Unidos, esta quinta-feira. Tinha 168 passageiros a bordo, conta a britânica Sky News. 168 pessoas que levaram a situação “muito a sério”, conta a porta-voz do aeroporto do Aeroporto Internacional de McCarran em Las Vegas. “A porta não estava a funcionar e o piloto ficou trancado do lado de fora, por isso o co-piloto presente teve de fazer uma aterragem sem assistência”, explica Christine Crews. Ligaram ao aeroporto para terem assistência no terreno, caso algo corresse mal.

Um passageiro conta à ABC News que o piloto ficou preso sensivelmente a meio do tempo do voo. Criou-se “alguma confusão”. Quando o co-piloto conseguiu fazer a aterragem “na perfeição”, soltou-se a euforia total da paragem em terra.