São cientistas, economistas, embaixadores e políticos de diferentes partidos e enviaram a Passos Coelho uma carta pedindo ao primeiro-ministro para que reveja a sua posição face à questão da Grécia. O documento foi entregue no momento em que Passos Coelho se prepara para ir ao Conselho Europeu – o primeiro com a participação do novo primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras.

Assinam a carta 32 personalidades, entre as quais se encontram Carlos César (presidente do PS), Ferro Rodrigues (líder parlamentar do PS), Pacheco Pereira (PSD, crítico da liderança), Mariana Mortágua (BE), Octávio Teixeira (PCP), José Reis (Tempo de Avançar), Sampaio da Nóvoa (ex-reitor da Universidade de Lisboa), Bagão Félix (ex-ministro das Finanças do CDS, crítico do Governo) e Mónica Bettencourt Dias (investigadora).

A carta defende que é “do interesse de Portugal contribuir ativamente para uma solução multilateral do problema das dívidas europeias” e que constitui “uma oportunidade que não pode ser desperdiçada para um debate europeu sobre a recuperação das economias e das políticas sociais dos países mais sacrificados ao longo dos últimos seis anos”.

Veja a carta na íntegra a seguir: