As primeiras imagens libertadas após o desastre do avião Airbus 230, que se despenhou esta terça-feira na região de Digne, na zona dos Alpes franceses. A bordo seguiam 144 passageiros e seis tripulantes. Apesar de uma pequena “esperança”, nas palavras do ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, não haverá sobreviventes.

As imagens mostram familiares dos passageiros que se deslocaram ao local em busca de mais informações, meios de socorro, personalidades políticas que já se expressaram em relação ao acidente e pequenas homenagens que já estão a ser feitas em memória das vítimas.

As buscas prosseguiram esta manhã. A primeira caixa negra já foi encontrada, bem como peças da fuselagem, a 2 mil metros de altura. Agora, pretendem encontrar-se respostas na segunda caixa, ainda por descobrir.

O receio sobre os voos da Germanwings obrigou a empresa a cancelar dezenas de voos desde esta terça-feira. O presidente Hollande viajou até ao local de concentração dos meios de socorro nos Alpes franceses com Merkel e com Mariano Rajoy. Mais tarde, a ministra francesa Ségolène Royal aterrou no mesmo lugar.