A namorada de Andreas Lubitz, copiloto do Airbus 320 e responsável pela queda intencional do voo nos Alpes franceses, revelou que “não sabia da extensão dos problemas” do namorado. Revelou contudo, que tinha conhecimento de que Lubitz sofria de problemas psicológicos, noticiou o canal norte-americano CNN, esta terça-feira.

A namorada terá dito aos investigadores que o casal estava “otimista” na resolução dos problemas que atravessava e garantiu, por isso, ter ficado tão surpreendida pelas ações de Lubitz como toda a gente.

De acordo com a fonte da CNN, a namorada do copiloto afirmou saber que Lubitz estava a ser acompanhado por dois médicos, um oftalmologista e um neuropsicólogo. Ambos terão dito que Andreas Lubitz se não encontrava apto para desempenhar as suas funções como piloto, devido a problemas psicológicos.