No inverno, sabe bem ligar o forno porque está frio e precisamos de comida que nos aconchegue. Fazemos um bolo que comemos ainda morno, a acompanhar um chá ou um café longo, cuja caneca, antes de cumprir a sua verdadeira missão, já fez de luvas quentinhas. E que bom que é aquele momento antes do primeiro trago, em que embrulhamos a caneca com os dedos e nos encolhemos, na tentativa de sacudir os calafrios.

Na primavera, sabe bem ligar o forno porque há bons motivos para celebrar. Porque nos sentimos com mais energia e queremos assinalar os recomeços. Fazemos um bolo porque nos apetece brindar à chegada dos dias mais compridos e luminosos. Porque queremos fazer um lanche no jardim. Ou porque é tradição termos uma mesa de Páscoa cheia de coisas boas e bonitas.

bolo_laranja_coco_azeite

Bolo de laranja, coco e azeite

Para o bolo:
4 ovos L
200 g de açúcar
60 g de coco
40 g de azeite suave ou frutado
Raspa de 1 laranja
Sumo de 1 laranja
150 g de farinha sem fermento
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio

Para a calda:
Sumo de 2 laranjas
1,5 colheres de açúcar (ou a gosto)

Para o recheio e cobertura/ decoração:
200 ml de natas para bater (mínimo 35% gordura), que devem estar bem frias
1,5 colheres de sopa de açúcar (ou a gosto)
4 gotinhas de extrato de baunilha (opcional)
Algumas gotas de sumo de limão
Gomos de laranja sem pele
Folhinhas de hortelã

Pré-aqueça o forno nos 180º. Unte bem com manteiga e polvilhe com farinha duas formas de 20 cm de diâmetro. Forre os fundos com papel vegetal e volte a untar/polvilhar.
Numa taça, bata bem os ovos com o açúcar.
Junte o azeite e o sumo de laranja e misture bem. Junte a raspa de laranja e o coco e por fim envolva a farinha, o fermento e o bicarbonato de sódio. Distribua pelas duas formas e leve a cozer durante 25-30 minutos (vá olhando para o forno e faça o teste do palito para ver se estão cozidos, antes de retirá-los: espete o palito no centro dos bolos e se sair seco, estão prontos).
Desenforme e deixe arrefecer sobre uma grade ou uma base que não o prato de servir.
Entretanto faça a calda: leve ao lume o sumo das laranjas com o açúcar. Deixe fervilhar até o açúcar se ter dissolvido. Pique os bolos já frios com um palito e regue-os com esta calda.
Bata as natas em chantilly com o açúcar e a baunilha, até ficar um creme bem firme. A meio do processo pode juntar umas gotinhas de limão, que vão ajudar a ‘prender’ o chantilly.
Para rechear e montar, coloque um dos bolos no prato de servir. Coloque uma boa camada de chantilly por cima do bolo. Coloque o outro bolo por cima e barre todo o bolo com o restante chantilly. Decore com os segmentos de laranja e a hortelã. Guarde no frio até servir. Este é um bolo que fica melhor feito com algumas horas de antecedência ou até de véspera, desde que guardado no frio. Se for este o caso, descasque a laranja e retire a pele dos gomos para a decoração, apenas na hora de servir.

Boa Páscoa!

Teresa Rebelo é autora do blogue Lume Brando.