O ativista Abu Ward Al-Raqqawi, que divulga as atrocidades do autoproclamado Estado Islâmico na Síria, divulgou uma fotografia que alega estar a circular entre os guerrilheiros do grupo terrorista. A imagem mostra um bebé recém-nascido ao lado de uma arma de fogo e de uma granada. Há ainda um certificado de nascimento, emitido pelo próprio Estado Islâmico, mais uma prova da sua capacidade de organização interna.

No post na sua conta de Twitter, Abu Ward Al-Raqqawi diz que o bebé se chama Jrah e deixa um aviso: “Esta criança vai ser um risco também para vós, não só para nós”. Para além da arma e da granada, a criança tem ao seu lado um certificado de nascimento que alguns analistas consideram ser verdadeira. Este documento revela como os terroristas estão a tentar que as crianças abracem a sua ideologia desde tenra idade.

O Estado Islâmico também já divulgou vídeos e imagens de crianças muito jovens a participar em decapitações e em campos de treino próprios onde lhes são dadas armas e instrução militar. Muitas crianças são raptadas das suas casas e obrigadas a receber doutrina terrorista.