O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, não vai visitar Cuba a “curto prazo”, mas pode fazê-lo antes de terminar o mandato, afirmou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earneste.

Segundo Josh Earneste, Barack Obama não prevê visitar Cuba a “curto prazo”, mas não descartou uma viagem à ilha antes de concluir o mandato, em janeiro de 2017.

Em dezembro, depois do histórico anúncio do acordo para restabelecer as relações diplomáticas entre os Estados Unidos e Cuba, o porta-voz afirmou estar seguro de que o Presidente norte-americano não recusaria viajar para Cuba se “houvesse uma oportunidade” para o fazer.

Uns dias depois, na última conferência de imprensa do ano, Barack Obama descartou planos para visitar Cuba ou receber na Casa Branca o seu homólogo cubano, Raúl Castro.

“Sou um homem bastante jovem. Imagino que em algum momento da minha vida terei oportunidade de visitar Cuba”, disse Barack Obama.

Os presidentes dos Estados Unidos e Cuba realizaram em abril, no Panamá, no âmbito da VII cimeira das Américas, um encontro bilateral histórico, o primeiro entre os líderes dos dois países em mais de cinco décadas.

 

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR