O ‘chef’ português Nuno Mendes abriu na segunda-feira as portas do seu novo restaurante em Londres, para promover vinhos e azeites do Alentejo, assumindo fazer parte da “força coletiva” para impulsionar os produtos e gastronomia nacionais. O ‘chef’ acredita estar a beneficiar de uma “onda” de interesse por Portugal, na qual se inclui a gastronomia.

“Tenho tido muita sorte, estamos com a maré e a agarrar aquela onda, o que é bom sinal. Há cada vez mais interesse em Portugal, no produto português”, disse hoje à agência Lusa, à margem de uma ação de promoção de vinhos e azeites do Alentejo.

“Temos de dar visibilidade ao produto português – ao vinho e aos azeites do Alentejo neste caso. É precisa uma força coletiva para ajudar e promover o nosso produto e temos de nos aliar para dar mais visibilidade”, rematou.

O restaurante Taberna do Mercado abriu em maio deste ano e tem recebido críticas laudatórias da imprensa, nomeadamente dos diários Daily Mail, Evening Standard, Independent e The Times e classificações de cinco estrelas da revista Time Out e do jornal Daily Telegraph.

Além da Taberna do Mercado, Nuno Mendes é ‘chef’ executivo do Chiltern Firehouse, um restaurante cuja popularidade se refletiu pela clientela famosa, como David Beckham, Bill Clinton e Kate Moss, entre outros.

Em 2012, o lisboeta tinha arrecadado a primeira estrela Michelin e foi incluído na lista dos 100 melhores restaurantes do mundo com o restaurante Viajante, que encerrou no ano passado.

“É ótimo para o Alentejo usufruir do mediatismo que este ‘chef’ goza. Pode ser um ótimo embaixador dos bons produtos que temos em Portugal”, garantiu à Lusa a secretária-geral da Casa do Azeite, Mariana Matos.

Segundo Dora Simões, presidente da Comissão Vitícola Regional Alentejana, esta é uma “combinação perfeita: apresentar vinhos com petiscos portuguesas de nível elevado”. “Não temos tantas oportunidades como estas noutras cidades”.

Na sessão de prova foram apresentados sete vinhos de diferentes produtores, além de quatro azeites da região do Alentejo, acompanhados por pratos de peixe, charcutaria, saladas, queijo e doces portugueses, que fazem parte do menu do restaurante.

“É empolgante apresentar vinho com comida, porque é algo que é típicamente português, especialmente no Alentejo”, afirmou a crítica de vinhos britânica Sarah Ahmed.

Para Ahmed, “os vinhos portugueses, por causa dos taninos e da acidez, combinam muito bem com a comida. Faz sentido apresentar os vinhos neste contexto”.

Nuno Mendes quer expandir este tipo de ações de promoção a outras regiões, mas não escondeu uma afinidade com o Alentejo, onde passou férias quando era criança.

“É de lá que tenho as minhas primeiras memórias de comida e trouxemos muitas das técnicas para a Taberna”, revelou.