1. Há sushi para principiantes

Sempre quis experimentar sushi mas nunca teve coragem? No Tsubaki há um prato especialmente pensado para si. Chama-se “sushi para principiantes” (13€) e leva nigiris braseados e rolos sem peixe cru. Na carta do restaurante ainda entra um prato de sushi para crianças (9€) e menus de degustação (entre 40€ a 45€) compostos por oito pratos e sobremesa.

2. Não é um restaurante japonês tradicional

Quando a gastronomia tradicional japonesa é adaptada às técnicas europeias e aos produtos sazonais da estação, temos o Tsubaki. Uma fusão dos sabores típicos do Japão com a cozinha contemporânea europeia que resulta numa ementa não só de sushi mas também de massas, tempuras, assados e grelhados na chapa, e onde ingredientes como soja, wasabi e gengibre podem ser combinados com vinho português. Até a localização do restaurante, no Turim Saldanha Hotel, em Lisboa, é um prenúncio da sua veia moderna (apesar de ter uma entrada independente).

Restaurante Tsubaki 030

Existem menus de almoço de sushi, sashimi, tempuras que rondam os 10€ e os 15€ por pessoa com água ou chá incluído. © Tsubaki

3. A ementa foi feita por um mestre da cozinha japonesa

E ele é, nem mais, nem menos, do que o chef Paulo Morais, um dos maiores especialistas deste tipo de cozinha em Portugal que já esteve à frente de espaços como o Midori ou o Umai. Paulo iniciou a sua carreira como profissional da área há cerca de 26 anos quando, por mero acaso, começou a trabalhar num restaurante japonês. “Apaixonei-me pelo facto de trabalharmos em frente ao cliente, seja atrás de um balcão, a preparar o sushi, ou atrás da chapa a grelhar”, conta o mestre ao Observador. Hoje, é o chef consultor do Tsubaki — elaborou a carta e formou todos os cozinheiros que lá trabalham.

sushi, cozinha japonesa, tsubaki,

O chef Paulo Morais é um apaixonado pela cultura japonesa e já trabalha há mais de 26 anos com este tipo de gastronomia tradicional. © Sebastião Almeida/Observador

4. O chef mostra-lhe como comer com pauzinhos

A tradição manda: quem come comida japonesa deve comer à moda japonesa. Por isso, assim que se sentar só vai encontrar pauzinhos em cima da mesa. A boa notícia é que pode perguntar a qualquer um dos chefs para lhe ensinar a manusear de forma correta esta ferramenta. Seja o chef de cozinha Luís Almeida ou o sushichef Rui Santos, ambos estão disponíveis para o ajudar. Em último caso, não desespere e peça talheres. Nunca faça é isto.

5. Tem um menu de degustação de sobremesas japonesas

Para além do “Tsubaki Dezato” (9€), uma degustação de sobremesas tradicionalmente japonesas, existem outras opções como sushi doce (5€), tiramisú de chá verde (5€) e até um crème brûlée com licor de ameixa japonesa, gengibre e sésamo preto (5€). Num futuro próximo, a ementa vai sofrer alterações com a introdução de ingredientes sazonais como os cogumelos, dióspiro, romã e castanhas, mesmo a tempo do outono.

Restaurante Tsubaki 039

O crème brûlée com licor de ameixa japonesa, gengibre e sésamo preto é um dos favoritos dos clientes. © Tsubaki

6. Tsubaki é o nome de uma personagem de anime

Se o nome não lhe parecer estranho, é normal. O chef Paulo Morais é viciado em anime e Tsubaki é um dos nomes mais comuns entre as personagens femininas deste tipo de animação produzida no Japão. Contudo, também é a palavra japonesa para a planta Camélia. A equipa inspirou-se no facto de terem sido os portugueses a introduzirem esta planta no mundo ocidental em 1543 e o nome ficou.

Nome: Tsubaki
Morada: Rua Latino Coelho, 23 (Saldanha), Lisboa
Telefone: 21 049 2320
Horário: De segunda a sexta, das 12h às 15h e das 19h às 23h. Fins-de-semana e feriados, das 19h às 23h.
Preço médio: 25€
Reservas: Aceitam

Texto editado por Ana Dias Ferreira.