O tiroteio numa universidade norte-americana, no estado do Oregon, resultou em 9 mortos e 7 feridos até ao momento. O tiroteio ocorreu pouco depois das 11h00 locais (19h00 de Lisboa). O diretor da Umpqua Community College já anunciou que não haverá aulas amanhã e cancelou todas as atividades planeadas para o fim de semana.

O atirador morreu numa troca de tiros com a polícia, confirmou o xerife de Douglas, John Hanlin. Tinha 20 anos. Não se sabe se era ou não um estudante da faculdade. Também ainda não são conhecidos os motivos por que terá provocado o tiroteio. Da cena do crime foram recolhidas quatro armas, destaca a CNN.

Tiroteios tornaram-se rotina. Obama exige mudança na lei sobre as armas

No discurso de reação ao crime, Barack Obama começa por distribuir as habituais condolências. Mas salienta: “Os nossos pensamentos e as nossas rezas não são suficientes”. A partir daí, vai à raiz do problema. Lembra as vítimas, “homens jovens, mulheres a estudarem arduamente, a sonharem com o que podiam fazer nas suas vidas”, e lamenta que tiroteios como este se tenham tornado “rotina”. O presidente americano diz que os pensamentos e as rezas “não previnem esta carnificina num outro sítio da América” e destaca a “dor e a raiva” que todos têm de sentir.

“Somos o único país do mundo que enfrenta estes tiroteios em massa de poucos em poucos meses”, diz Obama. Por isso, o presidente quer ver mudanças na lei sobre o acesso às armas. “Nós precisamos de mais armas, vão argumentar, menos armas menos segurança. Mas alguém acredita nisso?”, questiona, visivelmente irritado.

Depois, pede a ajuda do Congresso, dos legisladores e dos governadores dos estados para conseguir mudar a legislação. “Isto não é algo que eu possa fazer sozinho”, acrescenta. E continua: “Sabemos que os países com com mais leis sobre as armas tendem a ter menos mortes por uso de armas”.

“Espero e rezo para não ter de voltar aqui durante o meu mandato como presidente dar as condolências… Baseando-me na minha experiência como presidente, não é algo que possa garantir e isto é horrível de dizer”, conclui o presidente.

Entretanto, a televisão local anuncia que o hospital está a precisar de doações de sangue para tratar as vítimas.

As autoridades estiveram no local do crime com cães enquanto procuraram por explosivos e outras armas. A polícia inspecionou as mochilas e sacos de todos os estudantes.

O aviso de um tiroteio no campus da universidade de Umpqua foi avançado, entre outras pessoas, por John Blackwood, um professor naquela faculdade, no Twitter.

“Tiros disparados no campus da Umpqua Community College. Tranquem as portas e não venham para o campus até haver mais informações.”

A universidade de Umpqua fica em Roseburg, no estado da costa Oeste norte-americana do Oregon. A faculdade tem cerca de 3 300 estudantes a tempo inteiro e 16 000 a tempo parcial foi fundada em 1964 e é orientada para um ensino prático, como é comum nas instituições que nos EUA são designadas por “community college”.

ucc

Entrada da Umpqua Community College, no Oregon.