O cantor norte-americano Kanye West, casado com Kim Kardashian, partilhou numa entrevista à SHOWstudio (The Home of Fashion Film) o que pensa sobre a indústria da moda. “Eu sinto-me discriminado na moda por não ser gay”, declarou a figura pública na passada terça-feira. O músico acrescentou: “Na música, somos definitivamente discriminados se formos gays. É preciso talentos incríveis para cortar com as barreiras existentes. As pessoas que quebram estereótipos ficam para a história.”

West também abordou o tema de Caitlyn Jenner, nascida como William Bruce Jenner. Jenner é pai da mulher de Kanye West e mudou, recentemente, o género, o que o tornou num exemplo mediático de transgénero. A situação levou o cantor a declarar: “Eu ainda me estou a habituar ao que é politicamente correto”.

Kanye Omari West tem 38 anos, nasceu em Chicago e atualmente vive na Califórnia. É um rapper, estilista e também produtor musical. Iniciou a carreira em 1996 como produtor da Roc-A-Fella Records, onde ganhou reconhecimento pelo trabalho no álbum de Jay-Z , The Blueprint. Atualmente, é o nono artista na lista dos que venderam mais músicas em formato digital a nível mundial.

West é o rapper que já arrecadou mais prémios da história, incluindo 21 Grammys. Os estilos musicais de eleição são o rythm’n’blues dos anos 1970, pop, rock, música alternativa, música eletrónica, synthpop e música clássica. Lançou o álbum de estreia em 2004, The College Dropout. West é dono da G.O.O.D. (Getting Out Our Dreams) Music, uma editora própria que possui contratos com artistas como John Legend, Big Sean, Pusha T e Teyana Taylor.

Veja a entrevista completa aqui.

Texto de Leonor Madeira Rodrigues, editado por João Cândido da Silva