Os Liberais venceram as eleições no Canadá na passada segunda-feira com maioria absoluta. Justin Trudeau foi eleito primeiro-ministro, tornando-se um dos mais novos líderes mundiais. A imagem jovem de Trudeau, o político de 43 anos que tem uma tatuagem no braço esquerdo e que no passado já teve cabelo comprido, foi muito debatida na campanha. A BBC lança agora o debate: será Justin Trudeau o único primeiro-ministro atual que tem tatuagens?

A resposta é difícil, já que não se conhece o corpo de todos os líderes políticos mundiais. Mas, à BBC, a historiadora de tatuagens Anna Felicity Friedman diz que não conhece nenhum. Isto é, se existem, têm-nas escondidas, ao contrário de Trudeau, que já a exibiu no passado (e que nunca teve grandes problemas em falar dela).

A tatuagem de Justin Trudeau chegou ao conhecimento do público quando Trudeau participou num combate de boxe solidário, onde enfrentou e derrotou o seu rival na política, Patrick Brazeau. A tatuagem, que pode ser vista acima, foi explicada por Trudeau em 2012, na rede social Twitter: “A minha tatuagem é o planeta Terra dentro de um corvo da tribo Haida [um povo indígena norte-americano, que vive no Canadá e nos Estados Unidos]. Fiz o globo quando tinha 23 anos. O corvo, feito pelo artista Robert Davidson [especialista na cultura e tradição do povo Haida], no meu 40º aniversário”, disse.

No passado, porém, é mais fácil encontrar exemplos de líderes políticos que se sabia terem tatuagens no corpo: o imperador russo Nicolau II, que tinha um dragão tatuado no braço ou o presidente norte-americano Teddy Roosevelt, que tinha o brasão de família tatuado no peito.